domingo, 28 de fevereiro de 2010

PROGRAMA A CAMINHO DA IGREJA


Apresentação dos Comunicadores de Deus!

O Programa A CAMINHO DA IGREJA tem o objetivo de refletir a Liturgia da Santa Missa, ou seja, explicar a importância de cada momento da Santa Missa.

I LEITURA, SALMO RESPONSORIAL, II LEITURA, EVANGELHO E A ORAÇÃO DA ASSEMBLEIA.

O Programa “A Caminho da Igreja” vai ao ar todo os domingos, das 7:00hs às 8:00hs da manhã. Na AM Vale do Apodi 1030Khz. E você pode participar pedindo seu hino preferido através do telefone (084) 3333-2512 ou acessando http://www.blogvaledoapodi.com.br/

Mais um programa de responsabilidade da Igreja Católica Apostólica Romana. Hoje pela manhã foi realizado o 32º programa. Todos estão convidados a escutar.

Programa dedicado a todos os Cristãos!

MISSA DO DOMINGO

Hoje domingo 28/02/10, logo mais às 8:00 da manhã Santa Missa na Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição e São João Batista. Organização: Pastoral do Batismo.

Animação: GRUJAP. Celebrante: Pe. Theodoro.

Logo mais às 19:00 horas da noite Santa Missa na Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição e São João Batista.

Animação: GRANSDAC. Celebrante: Pe. Theodoro. Organização: Pastoral da Pessoa Idosa.

EVANGELHO DO DIA (Lucas 9,28b-3)


Domingo, 28 de Fevereiro de 2010
2º Domingo da Quaresma


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 28bJesus levou consigo Pedro, João e Tiago, e subiu à montanha para rezar. 29Enquanto rezava, seu rosto mudou de aparência e sua roupa ficou muito branca e brilhante.
30Eis que dois homens estavam conversando com Jesus: eram Moisés e Elias. 31Eles apareceram revestidos de glória e conversavam sobre a morte, que Jesus iria sofrer em Jerusalém.
32Pedro e os companheiros estavam com muito sono. Ao despertarem, viram a glória de Jesus e os dois homens que estavam com ele.
33E, quando estes dois homens se iam afastando, Pedro disse a Jesus: “Mestre, é bom estarmos aqui. Vamos fazer três tendas: uma para ti, outra para Moisés e outra para Elias”. Pedro não sabia o que estava dizendo.
34Ele estava ainda falando, quando apareceu uma nuvem que os cobriu com sua sombra. Os discípulos ficaram com medo ao entrarem dentro da nuvem.
35Da nuvem, porém, saiu uma voz que dizia: “Este é o meu Filho, o Escolhido. Escutai o que ele diz!”
36Enquanto a voz ressoava, Jesus encontrou-se sozinho. Os discípulos ficaram calados e naqueles dias não contaram a ninguém nada do que tinham visto.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

sábado, 27 de fevereiro de 2010

ORAÇÃO CARISMÁTICA E LOUVORZÃO

Todos os sábados a partir das 19:30 horas têm “Oração Carismática e Louvorzão” na Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição e São João Batista.

Participação especial da Comunidade Católica Boa Nova de Mossoró.

Não perca!

MISSA SÁBADO

Hoje sábado 27/02/10, logo mais às 8:00 da manhã Santa Missa na Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição e São João Batista.

Animação: Infância Missionária. Celebrante: Pe. Theodoro.

EVANGELHO DO DIA (Mateus 5,43-48)


Sábado, 27 de Fevereiro de 2010
1ª Semana da Quaresma


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 43“Vós ouvistes o que foi dito: ‘Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo!’ 44Eu, porém, vos digo: Amai os vossos inimigos e rezai por aqueles que vos perseguem!
45Assim, vos tornareis filhos do vosso Pai que está nos céus, porque ele faz nascer o sol sobre maus e bons, e faz cair a chuva sobre justos e injustos. 46Porque, se amais somente aqueles que vos amam, que recompensa tereis? Os cobradores de impostos não fazem a mesma coisa?
47E se saudais somente os vossos irmãos, o que fazeis de extraordinário? Os pagãos não fazem a mesma coisa? 48Portanto, sede perfeitos como o vosso Pai celeste é perfeito”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

TERÇO DOS HOMENS MÃE RAINHA

Logo mais às 18:00 horas, na Igreja Matriz tem o Terço dos Homens Mãe Rainha, vamos fazer uma corrente de oração maior ainda do que sexta-feira passada.

Você é nosso convidado todo especial. Venha e chame mais um irmão para juntos rezarmos por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Rezando busco seguir os passos de Jesus!

TERÇO DOS HOMENS MÃE RAINHA

O que é o Terço?

O “Terço” é a modalidade de oração que consiste em recitar cinco dezenas de “Ave-Marias”, precedidas por um “Pai-Nosso” e seguidas de um “Glória ao Pai”; a cada dezena está associada a contemplação de um mistério, ou seja, de um dos principais acontecimentos da vida de Cristo ou de sua Mãe Santíssima.

A importância do Terço:

O Terço mesmo sendo uma devoção mariana é uma oração cristológica, ou seja, tem Cristo como centro. Torna-se verdadeiro caminho espiritual, no qual Maria se torna Mãe, irmã mestra, guia para o Deus trinitário, socorrendo-nos com sua intercessão eficaz. O Terço (Rosário) é uma oração contemplativa. O Terço nos faz aprender Cristo de Maria. O Terço é precioso exercício da piedade cristã. O Terço é oração de grande significado e destinado a produzir frutos de santidade.

O PORQUÊ DE SOMENTE HOMENS

Trata-se de um fator psicológico

Todos nós, homens e mulheres nascemos com determinadas forças psíquicas que no nosso crescer terão um papel importante no futuro. Todavia este crescimento está condicionado à diferenças de mentalidade e do próprio meio ambiente onde ele se desenvolva. Estes fatores terão amanhã, grande importância na nossa maneira de ser e no nosso agir e irradiar. Sabemos bem como as mentalidades masculina e feminina são distintas e como reagem de modos diferentes perante os mesmos acontecimentos. Há que ter em conta tudo isto para que depois se saiba aproveitar e tirar o melhor rendimento de tão preciosas energias.

Caracteriza o homem, possuir uma acentuada inclinação para o mando, para autonomia e para a aventura. São qualidades a considerar, pois podem ter grande influência no subconsciente, caso não estejam adormecidas. Sutilmente há que aproveitá-las, escolhendo ambientes favoráveis, onde elas despertem e se reanimem. Então sim, elas despontarão com nova vida, ajudando o homem abatido e desanimado, a vencer barreiras e a entregar-se com entusiasmo na conquista de um ideal.

Dentro de casa, nem sempre se encontra esse clima. Com raras exceções, quem manda é a mulher embora o marido seja o chefe da família. Na Igreja a coisa é semelhante. Predomina a mentalidade feminina. Em quanto isso, o homem é tentado a procurar outros vínculos e outros lugares. E neste impasse, vão surgindo brigas e incompreensões. Ás vezes eles até querem, mas não conseguem. Sentem-se distantes. As suas forças anímicas estão desligadas, talvez porque ainda não tenham encontrado o verdadeiro ambiente onde possam mostrar o que valem e podem. Resumidamente, eis o porquê, do Terço só para Homens.

BENTO XVI PEDE RESPEITO AOS DIREITOS DOS CRISTÃOS NO IRAQUE

Leonardo Meira
Da Redação, com Vatican Information Service (tradução de CN Notícias)

O Papa Bento XVI, empenhado nos Exercícios espirituais ao longo desta semana, tomou conhecimento, com profunda tristeza, que continua o assassinato de cristãos na zona de Mossul, no Iraque. O último aconteceu na quarta-feira, 24, quando foram mortos três membros de uma família sírio-católica. O Pontífice está próximo de quem sofre as consequências da violência através da oração e do afeto.

Sobre a violência contra as minorias, especialmente contra cristãos, o Cardeal secretário de Estado, Tarcísio Bertone, reivindicou a atenção do primeiro-ministro Nouri Kamil Mohammed al-Maliki, já no início de janeiro.


Leia a mensagem na íntegra

Sua Excelência
Nouri Kamil Mohammed Hasan al-Maliki
Primeiro-Ministro da República do Iraque
Bagdá

Excelência,
recordo com prazer sua importante visita ao Vaticano em 2008, quando Sua Santidade, o Papa Bento XVI, a acolheu e, após a reunião, foi expressa a esperança comum de que, através do diálogo e da cooperação entre grupos étnicos e religiosos de seu país, incluindo as suas minorias, a República do Iraque seria capaz de efetuar uma reconstrução moral e civil, no pleno respeito da identidade individual daqueles grupos, em um espírito de reconciliação e de busca do bem comum.

Também há de recordar como Sua Santidade exortou ao respeito, no Iraque, à liberdade de culto e apelou à proteção dos cristãos e de suas igrejas. Naquela ocasião, também eu levantei tal questão com Sua Excelência, que me assegurou que seu governo está levando a sério a situação da minoria cristã que vive há tantos séculos com a maioria muçulmana, contribuindo de modo significativo para o bem-estar econômico, cultural e social da nação.

O Santo Padre pediu-me que lhe escrevesse agora para transmitir a sua sincera solidariedade com Vossa Excelência, e a todos os que foram assassinados ou feridos na recente série de ataques a prédios públicos e locais de culto no Iraque, sejam islâmicos ou cristãos. O Papa ora fervorosamente para o fim da violência e apela a que o vosso Governo faça todo o possível para aumentar a segurança em torno dos locais de culto em todo o país, particularmente à luz da solenidade do Natal.

Finalmente, permita-me manifestar o meu apreço pelas várias iniciativas tomadas em benefício da comunidade iraquiana como um todo.

Aproveito esta oportunidade para renovar a Vossa Excelência a garantia de minha mais alta consideração.

Dado no Vaticano, aos 2 de janeiro de 2010

Cardeal Tarcisio Bertone
Secretário de Estado

REABERTO PROCESSO DE BEATIFICAÇÃO DE BENTO XIII


O Papa Bento XIII, cujo pontificado foi de 1724 a 1730

Será reaberta a Causa de Beatificação do Papa Bento XIII (Pierfrancesco Orsini) 270 anos após sua morte.

O processo havia sido iniciado em 1931 e acabou voltando para a gaveta, à espera de esclarecimentos sobre o papel de seu secretário, Cardeal Niccolo' Coscia, que foi condenadoo a dez anos de prisão, por abuso de poder, imediatamente após a morte do Pontífice.

O Centro de Estudos "Bento XIII", de Gravina di Puglia, informou a publicação de um novo edito pelo Vicariato de Roma, que confirmou a informação. O documento, emitido pelo Vigário-geral do Tribunal Diocesano do Vicariato de Roma, cardeal Agostino Vallini, reaber oficialmente a Causa de Beatificação do Papa nascido em Gravina e já contatou todas as dioceses envolvidas.

Bento XVI teve um pontificado complexo, pois foi um Papa reformador e moralizador, sobretudo no confronto dos escândalos envolvendo o clero da época. O comportamento controverso do Cardeal Coscia não obscureu o trabalho de bento XII, mas novos documentos, entre os quais uma biografia publicada na Alemanha logo após sua morte, recentemente traduzida graças à dedicação do presidente do Centro de Estudos, padre Dom Xavier Paternoster, lançou uma nova luz sobre o pontificado do último dos Orsini.

Bento XIII impôs aos membros da Igreja sobriedade e retidão e, no Concílio de Latrão (1725), tomou uma posição firme contra a heresia jansenista francesa. Durante seu pontificado, inaugurou a escadaria da Piazza di Spagna, em Roma, e estabeleceu da Universidade de Camerino. Seus restos mortais estão sepultados em Roma, na Basílica de Santa Maria sopra Minerva.

Siga o Canção Nova Notícias no twitter.com/cnnoticias
Conteúdo acessível também pelo iPhone - iphone.cancaonova.com

ADULTOS DE 30 A 39 ANOS TAMBÉM SERÃO VACINADOS CONTRA A GRIPE A

Agência Brasil

O Ministério da Saúde anunciou hoje, 25, que adultos saudáveis com idade entre 30 e 39 anos também vão receber a vacina contra a influenza A (H1N1) – gripe suína. A campanha de imunização começa no dia 8 de março e inclui ainda profissionais de saúde da rede de atenção básica e envolvidos na resposta à pandemia, indígenas, gestantes, crianças de 6 meses a 2 anos, jovens de 20 a 29 anos e pessoas com doenças crônicas (como diabetes, obesidade, asma e cardiopatias).

De acordo com a pasta, a ampliação do público-alvo a ser imunizado antes do início do próximo inverno, em junho, representa um aumento de 30 milhões de doses da vacina, totalizando 113 milhões. Para a compra das novas doses, foram destinados R$ 300 milhões, liberados por medida provisória.

“Em novembro, quando fizemos a compra da vacina, houve um aumento de oferta no mercado internacional. Sobrou vacina e pudemos ter acesso a um número de doses maior”, explicou o ministro da Saúde, José Gomes Temporão. “Vamos ter estoque estratégico, monitorando o que vai acontecer durante o processo para tomar outras medidas”, acrescentou.

A definição da nova faixa etária, segundo o ministério, considerou o grupo com maior número de hospitalizações e mortes, além dos que já haviam sido priorizados. A expectativa é imunizar 91 milhões de pessoas contra a doença. Parte das 113 milhões de doses será reservada para o caso de haver alterações epidemiológicas ao longo do inverno no país.

Confira o calendário de vacinação divulgado pelo Ministério da Saúde:

Profissionais de saúde e indígenas - 8 de março a 19 de março
Gestantes, doentes crônicos e crianças de 6 meses a dois anos - 22 de março a 2 de abril
Jovens de 20 a 29 anos - 5 de abril a 23 de abril
Idosos (mais de 60 anos) com doenças crônicas - 24 de abril a 7 de maio
Pessoas de 30 a 39 anos - 10 de maio a 21 de maio

EVANGELHO DO DIA (Mateus 5,20-26)


Sexta-Feira, 26 de Fevereiro de 2010
1ª Semana da Quaresma


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 20“Se a vossa justiça não for maior que a justiça dos mestres da Lei e dos fariseus, vós não entrareis no Reino dos Céus.
21Vós ouvistes o que foi dito aos antigos: ‘Não matarás! Quem matar será condenado pelo tribunal’. 22Eu, porém, vos digo: todo aquele que se encoleriza com seu irmão será réu em juízo; quem disser ao seu irmão: ‘Patife!’ será condenado pelo tribunal; quem chamar o irmão de ‘tolo’ será condenado ao fogo do inferno.
23Portanto, quando tu estiveres levando a tua oferta para o altar, e ali te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, 24deixa a tua oferta ali diante do altar, e vai primeiro reconciliar-te com o teu irmão. Só então vai apresentar a tua oferta.
25Procura reconciliar-te com teu adversário, enquanto caminha contigo para o tribunal. Senão o adversário te entregará ao juiz, o juiz te entregará ao oficial de justiça, e tu serás jogado na prisão. 26Em verdade eu te digo: dali não sairás, enquanto não pagares o último centavo”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

A ÉTICA DO ABORTO

Publicado na edição de 23/02/10

Discussões são quase sempre intermináveis. É compreensível. O real é inatingível, só pode ser representado. Ainda assim, precisamos desse exercício de aproximação das idéias à realidade, o que inclui nossas considerações sobre ética. Discussões nessa área duram séculos, mas é possível harmonizar alguns pontos de vista, como prova a convivência em sociedade. A ética inspira a moral cotidiana e a moral, como define o filósofo contemporâneo André Comte-Sponville, “é o que um indivíduo se impõe ou proíbe a si mesmo, não para aumentar seu bem-estar, mas para levar em conta os direitos do outro”.

Há quem considere a existência de uma ética absoluta e inflexível. Desconfio dessa inflexibilidade, mas o movimento do cosmo não me deixa duvidar que um princípio básico - bem mais simples que nossas conjeturas - guia as mutações infinitas. A questão é que só o percebemos pela janela existencial, delimitada por nossa própria experiência; daí a impossibilidade da concordância irrestrita. Em termos práticos, a ética é sempre relativa e progressiva, como ponderou o filósofo Pietro Ubaldi, sujeita a mudança a cada nível biológico ou evolutivo. Um leão que devora sua presa não fere a “ética” de seu nível, mas o mesmo raciocínio não se aplica a um humano. Um homem comum pode sentir-se em paz apenas dedicando-se à família e ao trabalho, mas quem já se percebe parte da teia social, certamente, exigirá de si o plus da solidariedade.

No patamar da civilização, capacitamo-nos a vislumbrar a ética universal através de janelas cada vez mais amplas, o que nos permitiu reconhecer direitos fundamentais do homem e demais seres – o primeiro deles, o direito à vida. O universo inteiro conspira nesse sentido. A própria entropia, a desordem sistêmica que leva à desagregação, serve ao propósito primeiro da harmonia, que reúne e recria o que se acha disperso em expressões de beleza e... intencionalidade.

Desse ponto de vista, o dever ético que se impõe, a partir do maior de nossos direitos naturais, não é outro senão o de nos colocarmos a favor do fluxo da vida. E, desse ponto de vista, não há como entender a defesa do aborto incondicional senão como um erro de percepção, uma contradição favorecida pelo individualismo exagerado e o hedonismo de nosso tempo. Afinal, desenvolvemos sensibilidade para reconhecer e defender o direito à vida de um animal (eu sequer mato formigas!), mas, se está em jogo o nosso desejo de comodidade e prazer, podemos até assassinar um homem frágil e indefeso, cumprindo os ciclos da vida no abrigo do útero.

A discussão sobre o aborto não é mero embate entre “conservadores” e “progressistas”, rótulos que ocultam o essencial. No fundo, é uma sinalização de nossa dificuldade de pensar a vida além do nível primitivo de nossas pulsões egóicas. Nosso estágio biológico e evolutivo, no entanto, já nos permite mudar.

*Jomar Morais é jornalista e estudioso das tradições espirituais. Foi editor da revista Viagem e Turismo (Editora Abril), tendo se aposentado em junho de 2006. Foi repórter, colunista e editor político no Jornal do Brasil, Folha de S. Paulo, Veja e Istoé, editor especial da Superinteressante, redator em O Estado de S. Paulo, coordenador de projetos especiais da Exame e seu correspondente no Nordeste. Lecionou Jornalismo na Escola de Comunicações e Artes da USP e na Faculdade Cásper Líbero (SP). Foi o primeiro jornalista brasileiro a publicar uma coluna na Internet. Em 2002 fundou em Natal o Sapiens - Centro de Estudos Filosóficos e Autoconhecimento. É autor do livro Meditação (Editora Abril) e co-autor de Viagem Interior (Editora Ediouro).

"Assim que é concebido, um homem é um homem" (Prof. Jerôme Lejeune, Pai da Genética Moderna).

"O aborto não é, como dizem, simplesmente um assassinato. É um roubo... Nem pode haver roubo maior. Porque, ao malogrado nascituro, rouba-se-lhe este mundo, o céu, as estrelas, o universo, tudo. O aborto é o roubo infinito". (Mário Quintana)

ASSOCIAÇÃO CATÓLICA PALAVRA BOA

Aconteceu ontem dia 24/02, no salão paroquial, a primeira reunião da Associação Católica Palavra Boa com os artistas locais.

O objetivo da Associação Católica Palavra Boa é gravar um CD com hinos católicos com os artistas apodienses. A associação já possui um carro tipo F4000, e um terreno no Sítio Santa Rosa.

A ideia é adquirir uma rádio católica comunitária em Apodi e também a construção de uma área de evangelização onde vai ser construída a sede da Associação Católica Palavra Boa.

Vários artistas locais foram convidados: Ari Bandeira, Danilo Nickson, Gracinha (Grupo de Louvor), Lázaro Bandeira, Maestro Janilson, Júnior Viana, Nilson Viana, Roberto Cruz, Vânia, Vinicius, entre outros.

Na próxima quarta-feira, dia 03/03 será escolhido o repertório das músicas que serão gravadas no CD.




HOJE TEM CELEBRAÇÃO DOS BAIRROS

Convidamos toda comunidade cristã e os irmãos e irmãs do ECC, para participar da Celebração dos Bairros, que acontece hoje no Bairro Bacurau I, às 19:30 horas.

Será um grande momento de Louvor e de Adoração ao nosso Deus. Celebrantes: ECC e todas as Pastorais de Apodi. Sintam-se todos convidados a participarem!

JESUS ESPERA POR VOCÊ!!!

PASTORAL DA PESSOA IDOSA CELEBRA HOJE


Convidamos toda comunidade cristã e agentes pastorais, para participar de uma Celebração, que acontece hoje na residência do nosso irmão Marçal Ferreira, às 19:30 horas, na Rua Cel. João de Brito, próximo ao Supermercado Queiroz. Responsável setor IPE. Sua presença é muito importante.

Será um grande momento de Louvor e de Adoração ao nosso Deus. Celebrante: Pastoral da Pessoa Idosa Apodi – RN. Sintam-se todos convidados a participarem!

Pastoral da Pessoa Idosa:
Uma nova esperança caminhando com você!

JESUS ESPERA POR VOCÊ!!!

EVANGELHO DO DIA (Mateus 7,7-12)


Quinta-Feira, 25 de Fevereiro de 2010
1ª Semana da Quaresma


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 7“Pedi e vos será dado! Procurai e achareis! Batei e a porta vos será aberta! 8Pois todo aquele que pede recebe; quem procura encontra; e a quem bate a porta será aberta.
9Quem de vós dá ao filho uma pedra, quando ele pede um pão? 10Ou lhe dá uma cobra, quando ele pede um peixe? 11Ora, se vós, que sois maus, sabeis dar coisas boas a vossos filhos, quanto mais vosso Pai que está nos céus dará coisas boas aos que lhe pedirem! 12Tudo quanto quereis que os outros vos façam, fazei também a eles. Nisto consiste a Lei e os Profetas”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

CURTAS

O primeiro em seu trabalho precisa ser Deus. Você trabalha por causa dele e não por dinheiro.

A Igreja tem, de fato, um Papa santo e sábio, uma síntese de Pedro e Paulo, pastor e teólogo.

Todos nós somos responsáveis por um mundo mais humano, justo e solidário.

O trabalho é uma parcela da felicidade do paraíso.

Deus sabe mais do que todo mundo.

A obediência de Maria desatou o nó da desobediência de Eva.

PARA REFLETIR

"Deus move o céu inteiro naquilo que o ser humano é incapaz de fazer. Mas não move uma palha naquilo que a capacidade humana pode resolver."

CAMPANHA DA FRATERNIDADE EM APODI JÁ COMEÇOU


A Igreja Católica de Apodi já iniciou a Campanha da Fraternidade Ecumênica 2010 em todos os bairros da cidade.

A Campanha da Fraternidade objetiva sensibilizar a sociedade sobre o valor sagrado de cada pessoa que a constitui; criticar o consumismo e superar o individualismo; enfatizar a relação entre fé e vida mediante a prática da justiça; ampliar a democracia firmada em metas de sustentabilidade.

Isso significa “denunciar a perversidade de todo modelo econômico que vise, em primeiro lugar, ao lucro, sem se importar com a desigualdade, a miséria, a fome e a morte; educar para a prática de uma economia de solidariedade; conclamar igrejas, religiões e sociedade para ações sociais e políticas que levem à implantação de um modelo econômico de solidariedade e justiça”.

Participe você também deste importantíssimo evento da Igreja Católica.

NOVENA HOJE

Hoje quarta-feira 24/02/10, logo mais às 19:00 horas Novena do Perpétuo Socorro na Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição e São João Batista.

Animação: Grupo de Jovens Associados à Igreja Católica – GRUJAIC. Celebrante: Pe. Theodoro.

Logo após a Novena. Reunião da Equipe de Liturgia.

CNBB LANÇA BLOG NA INTERNET


Conferência dos Bispos agora tem blog na Internet

Entrou no ar nesta terça-feira, 23, o blog da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

.: Entre no blog da CNBB clicando aqui

Atendendo ao pedido do Papa Bento XVI, que, na sua Mensagem para o 44º Dia Mundial das Comunicações Sociais, escreveu que a Igreja deve usar dos "novos meios de comunicação a serviço da Palavra", a página tem por objetivo complementar o site da Conferência, por meio de notícias, vídeos, áudios, fotos e pequenos posts (comentários).

Assim como as outras mídias sociais já existentes - twitter, youtube, flickr e facebook -, essa nova presença da CNBB na internet busca dar mais dinamicidade e agilidade à comunicação.

De acordo com o secretário-geral da CNBB, Dom Dimas Lara Barbosa, a Conferência vem aumentando seu nicho de informações na internet e o blog dá mais força a essa presença. "Cada vez mais nosso site tem que se aperfeiçoar. Já estamos no twitter, no youtube, facebook, flickr e, agora, o próximo passo é o blog. Eu espero que essa nova presença complemente as outras mídias já existentes para que a CNBB se comunique de forma mais objetiva. Em breve, também vamos criar o blog da Missão Continental, para que cresçamos ainda mais com essa presença através das novas tecnologias a serviço do Reino de Deus".

O assessor de imprensa da CNBB, padre Geraldo Martins, encara a presença da Conferência na blogosfera como mais uma alternativa de comunicação para ampliar a presença da CNBB através das novas tecnologias de informação. "O blog representa mais uma alternativa de comunicação que a CNBB se serve a partir desse universo oferecido pelas novas tecnologias. Ele representa, portanto, o esforço da Igreja para chegar da maneira mais ampla possível a todas as pessoas".

Um dos diferenciais do blog é a publicação de notícias mais objetivas, destacando os últimos vídeos e áudios produzidos pela assessoria de imprensa, bem como imagens de eventos, além de possibilitar aos internautas comentarem os posts, com moderação do administrador. Outra novidade é que os leitores poderão seguir o blog da CNBB, assim como seguem a página no twitter, através de login e e-mail.

Siga o Canção Nova Notícias no twitter.com/cnnoticias
Conteúdo acessível também pelo iPhone - iphone.cancaonova.com

EVANGELHO DO DIA (Lucas 11,29-32)


Quarta-Feira, 24 de Fevereiro de 2010
1ª Semana da Quaresma


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 29quando as multidões se reuniram em grande quantidade, Jesus começou a dizer: “Esta geração é uma geração má. Ela busca um sinal, mas nenhum sinal lhe será dado, a não ser o sinal de Jonas.
30Com efeito, assim como Jonas foi um sinal para os ninivitas, assim também será o Filho do Homem para esta geração. 31No dia do julgamento, a rainha do Sul se levantará juntamente com os homens desta geração, e os condenará. Porque ela veio de uma terra distante para ouvir a sabedoria de Salomão. E aqui está quem é maior do que Salomão.
32No dia do julgamento, os ninivitas se levantarão juntamente com esta geração e a condenarão. Porque eles se converteram quando ouviram a pregação de Jonas. E aqui está quem é maior do que Jonas”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

ECONOMIA CENTRADA NA VIDA‏

Por Frei Betto - Escritor, é autor de Calendário do poder (Rocco), entre outros livros

O tema da Campanha da Fraternidade 2010, promovida pela CNBB e o Conic (Conselho Nacional das Igrejas Cristãs do Brasil), é Economia e Vida. Lançada na quarta-feira de cinzas, a campanha tem como lema o versículo do evangelho de Mateus: “Não se pode servir a Deus e ao dinheiro” (6, 24).

Em plena crise do sistema capitalista, que ameaça as finanças de vários países, o tema escolhido por bispos e pastores cristãos é de suma atualidade no ano em que os eleitores brasileiros deverão escolher os novos governantes. A economia, palavra que deriva do grego oikos+nomos, “administração da casa”, não deveria ser encarada pela ótica da maximização do lucro, mas pelo bem-estar da coletividade.

A Campanha da Fraternidade objetiva sensibilizar a sociedade sobre o valor sagrado de cada pessoa que a constitui; criticar o consumismo e superar o individualismo; enfatizar a relação entre fé e vida mediante a prática da justiça; ampliar a democracia firmada em metas de sustentabilidade.

Isso significa “denunciar a perversidade de todo modelo econômico que vise, em primeiro lugar, ao lucro, sem se importar com a desigualdade, a miséria, a fome e a morte; educar para a prática de uma economia de solidariedade; conclamar igrejas, religiões e sociedade para ações sociais e políticas que levem à implantação de um modelo econômico de solidariedade e justiça”.

O documento reconhece que “um bom número de brasileiros, na última década, saiu do estado convencionalmente definido de pobreza, mas o Brasil confirma hoje a realidade de enorme desigualdade na distribuição de renda e elevados níveis de pobreza. Segundo o Instituto de Estudos do Trabalho e Sociedade, em 2007 existiam no Brasil 10,7 milhões de indigentes (ou seja, famintos), e 46,3 milhões de pobres (ou seja, sem acesso às necessidades básicas: alimentação, habitação, vestuário, higiene, saúde, educação, transporte, lazer, entre outras), considerando valor dos bens em cada local pesquisado”.

A parcela da população brasileira que vive em estado classificado, tecnicamente, como de extrema pobreza, continuará a ser indigente, pois não consegue, de modo geral, quebrar esse círculo vicioso a não ser que a sociedade se organize de outro modo, colocando acima dos interesses de mercado o ser humano.

Na raiz da desigualdade social está a concentração de terras rurais em mãos de poucas famílias ou empresas. Cerca de 3% do total das propriedades rurais do Brasil são latifúndios, ou seja, têm mais de 1.000ha e ocupam 57% das terras agriculturáveis — de acordo com o Atlas fundiário do Incra. É como se a área ocupada pelos estados de São Paulo e Paraná, juntos, estivesse em mãos dos 300 maiores proprietários rurais, enquanto 4,8 milhões de famílias sem-terra estão à espera de chão para plantar.

A lógica econômica que predomina na política do governo insiste em elevar os juros para favorecer o mercado financeiro e prejudicar os consumidores. Basta dizer que o governo federal gastou em 2008 com a dívida pública 30,57% do Orçamento da União para irrigar a especulação financeira. E apenas 11,73% com saúde (4,81%), educação (2,57%), assistência social (3,08%), habitação (0,02%), segurança pública (0,59%), organização agrária (0,27%), saneamento (0,05%), urbanismo (0,12%), cultura (0,06%) e gestão ambiental (0,16%).

E, no Brasil, quem mais paga impostos são os pobres, pois os 10% mais pobres da população destinam 32,8% de sua escassa renda ao pagamento de tributos, enquanto os 10% mais ricos apenas 22,7% da renda. A Campanha da Fraternidade convida os fiéis a refletirem sobre a contradição de um sistema econômico prensado entre cidadãos interessados em satisfazer suas necessidades e desejos, e empreendedores e agentes financeiros em busca da maximização do lucro. Uma importante parcela da moderna economia capitalista é meramente virtual, decorre de vultosas movimentações de capital, não gera bens e produtos em benefício da sociedade, serve apenas para o enriquecimento de uns poucos com o fruto da especulação financeira.

O ciclo da moderna economia política fecha-se num mundo autossuficiente, indiferente a qualquer consideração ética sobre a vida humana e a preservação da natureza. A evolução da história e a miséria em que vive grande parte da humanidade põem em questão o rigor e a seriedade dessa ciência e a bondade das políticas econômicas voltadas mais ao crescimento e à acumulação da riqueza do que ao verdadeiro desenvolvimento sustentável.

A CNBB e o Conic propõem a realização de um plebiscito no próximo 7 de setembro — data da Independência do Brasil e Dia do Grito dos Excluídos — em prol do limite de propriedade da terra e em defesa da reforma agrária e da soberania territorial e alimentar. É preciso que haja leis limitando o tamanho das propriedades rurais no Brasil, de modo a evitar latifúndios improdutivos, êxodo rural, trabalho escravo e exploração da mão de obra migrante, como ocorre em canaviais.

O Evangelho, ao contrapor serviço a Deus e ao dinheiro, apela à nossa consciência: as riquezas resultantes da natureza e do trabalho humano se destinam ao bem-estar de toda a humanidade ou à apropriação privada de uns poucos que, nos novos templos chamados bancos, adoram a Mamon, o ídolo que traz felicidade à minoria que se nutre do sofrimento, da miséria e da morte da maioria?

A NOVA DÉCADA DE UM MUNDO ENVELHECIDO

A nova década de um mundo envelhecido
População mundial: do auge ao fracasso

Por Pe. John Flynn, L.C.

ROMA, terça-feira, 2 de fevereiro de 2010 (ZENIT.org).– As Nações Unidas acabaram de publicar um relatório chamando atenção sobre o rápido envelhecimento da população mundial. Pouco depois do começo do ano, o Departamento de Assuntos Econômicos publicava seu relatório “Envelhecimento da População Mundial 2009”.

Entre os principais resultados do relatório estavam os seguintes pontos:

- O envelhecimento atual não tem comparativos com a história. É esperado que, para o ano de 2045, o número de pessoas com mais de 60 anos supere o número de menores de 15. Nas regiões mais desenvolvidas, onde se tem avançado o envelhecimento, essa situação já aconteceu em 1998.

- A idade média atual do mundo é de 28 anos, com a metade da população mundial acima dessa idade e outra metade abaixo. Na metade do século a idade média chegará provavelmente aos 38 anos.

- O envelhecimento está afetando quase todos os países do mundo, devido à diminuição de fertilidade que tem se tornado quase universal.

- O envelhecimento terá uma forte impacto no desenvolvimento econômico, investimentos, mercados trabalhistas e fiscais.

- Dado que a taxa de fertilidade é pouco provável que suba novamente para os níveis elevados do passado, o envelhecimento é irreversível e as populações jovens, algo até recentemente comum, serão mais raras no século XXI.

- No âmbito mundial, existe atualmente cerca de 9 pessoas na idade de trabalho que sustentam cada pessoa idosa. Em 2050, cairá para 4, com consequências graves para o sistema de pensões. Além disso, a atual crise econômica trará um grave declínio do valor dos fundos de pensão.

Mais relatórios

Outros relatórios recentes da ONU examinam em maior profundidade os problemas demográficos de cada país. Um estudo do Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas (UNDP), nomeado “Rússia frente aos Desafios Demográficos”, previu que a população vai continuar a diminuir, informou em 4 de outubro Associated Press.

Segundo a UNDP, a população da Rússia baixou 6,6 milhões desde 1993, apesar do afluxo de milhões de imigrantes. O relatório advertiu que em 2025 o país poderia perder outros 11 milhões de pessoas.

As consequências de tal redução serão, segundo a UNDP, o corte de mão de obra, o envelhecimento da população e o menor crescimento econômico. Em 2007 a Russía era o nono país do mundo em população. Em 2050, as Nações Unidas estimam que a Rússia irá ocupar o posto de décimo quinto na lista, com uma população menor do que o Vietnã.

A Rússia necessita reduzir seu alto índice de abortos para contrapor a tendência de diminuição da população, advertia a ministra da Saúde do país, Tatyana Golikova, informou em 18 de janeiro France Presse.

Golikova declarou que em 2008 houve 1.714.000 nascimentos na Rússia e 1.234.000 abortos.

Em sua análise de 20 de janeiro às declarações de Golikova, o centro de geopolítica Strarfor observava que, ainda que a ministra anuncie que em 2009 houve um ligeiro aumento da população da Rússia entre 15 a 25 mil habitantes, isso se deve a causas extraordinárias.

O aumento se deve, em parte, aos incentivos do governo para que os russos voltem a seu país desde as antigas repúblicas soviéticas. Depois de vários anos desse fluxo migratório, o número de russos que querem voltar diminuiu com rapidez.

Outra causa do ligeiro aumento da população é que o grupo de idade entre 20 e 29 anos soma cerca de 17% da população e se demonstra bastante fértil. A geração nascida antes dessa, no entanto, foi muito menos.

Falta de meninas

Ainda que o Vietnã esteja a ponto de superar a Rússia, o excesso de abortos naquele país está causando graves problemas, segundo o relatório de agosto de 2009 publicado pelo Fundo de População das Nações Unidas.

O estudo “Mudanças recentes na proporção entre os sexos nos nascimentos no Vietnã. Uma Revisão de Evidências”, examinava o problema dos abortos seletivos por sexo.

Normalmente a proporção dos sexos ao nascer (definida como o número de meninos nascidos por cada cem meninas), está entre 104-106/100.

Essa proporção, explicava o informe, é, em circunstâncias normais, bastante estável ao longo do tempo, em regiões geográficas, continentes, países e raças.

Os estudos sobre a porcentagem de sexos revelaram uma mudança inesperada, que começou nos anos oitenta em alguns países asiáticos, comentava a agência das Nações Unidas. “Junto ao declínio de fertilidade, essa tendência está se estendendo por países com grandes populações da Ásia, ameaçando assim a estabilidade demográfica mundial”, continuava o relatório.

No Vietnã, a proporção entre os sexos ao nascer para o ano de 2006 foi de 110/100 crianças do sexo masculino. Segundo o relatório, a mudança na proporção começou faz cerca de uma década e atualmente está aumentando em quase um ponto por ano. Nesse ritmo atual de mudança, a proporção pode superar a marca de 115 em alguns anos, estabelecia o relatório.

Se essa tendência não se inverter, o Fundo de População adverte que em 2025 o Vietnã terá um excesso significativo de população masculina. Isso terá muitas consequências negativas para o país e afetará especialmente a população adulta jovem no momento de se casar.

O fenômeno de “falta de meninas” é bem conhecido na China. Um relatório recente confirmava a prática de abortos seletivos por sexo. A Academia Chinesa de Ciências Sociais afirmou que haverá mais de 24 milhões de homens que não poderão encontrar uma esposa no final dessa década, informou em 12 de janeiro o jornal Times.

A reportagem culpava por esse desequilíbrio a política da chinesa de ter somente um filho.

“O problema é mais grave nas zonas rurais, devido à falta de um sistema de segurança social”, indicava a reportagem. “Os camponeses idosos têm de se confiar na sua descendência”, observava.

Segundo o artigo do Times, um especialista chinês afirma que em 2006 a proporção de sexo havia aumentado para 120/100.

Declínio

No país vizinho, Japão, a população segue diminuindo. Um editorial publicado em 15 de janeiro no jornal Japan Times indicava que as estimativas do ministério de Saúde, Trabalho e Bem Estar da nação calculam que em 2009 a população diminuirá em 75 mil pessoas, que é 1,46 vezes o declínio de 2008.

Segundo o editorial, o Instituto Nacional de Investigação de População e Segurança Social estima que a população do Japão cairá dos 100 milhões em 2046 para 90 milhões em 2055. A população atual se estima em cerca de 128 milhões.

Enquanto surgem cada vez mais elementos de preocupação por envelhecimento de população do mundo e a diminuição dos índices de fertilidade, o governo dos Estados Unidos está no meio de uma dramático aumento de seu apoio à anticoncepção e ao aborto por todo o mundo.

A 8 de janeiro, a secretária de Estado, Hillary Clinton, discursou com ocasião do décimo quinto aniversário da Conferência Internacional sobre População e Desenvolvimento que teve lugar em 1994 no Cairo, Egito.

Em sua intervenção, celebrava uma das primeiras atuações do presidente Barack Obama em seu cargo, que foi suspender as restrições de financiamento do governo federal às organizações que financiam o aborto nos países em desenvolvimento.

Também observava que os Estados Unidos renovaram seu financiamento ao Fundo de População das Nações Unidas e que o Congresso destinou 648 milhões de dólares em ajuda ao exterior para programas de planejamento familiar e saúde reprodutiva.

Prometeu ainda mais ajudas no futuro para levar ofertas de anticoncepcionais a todas as mulheres de cada nação. E também destacou o trabalho que o governo dos Estados Unidos está conduzindo junto à International Planned Parenthood Federation, conhecida por realizar milhões de abortos por ano.

O entusiasmo atual por fazer todo o possível para baixar a fertilidade está movido claramente por motivos ideológicos que não param para considerar as consequências econômicas de políticas que conduzem a um rápido declínio de fertilidade em um curto período de tempo.

Fonte: Zenit.org

ALCANÇAR A CURA ATRAVÉS DO PERDÃO

A falta de perdão pode vir a ser causa de doenças graves como: câncer, alergias, insuficiência renal, gastrite, hipertensão arterial e principalmente depressão, o mal do século.

O perdão é o antídoto para que a cura e a libertação aconteçam.

Perdoar não significa que a pessoa esteja certa. Pelo contrário, você sabe que a pessoa está errada, mas a perdoa. Apenas assim você libera o seu coração. Só assim você se liberta do efeito corrosivo da mágoa, do ressentimento e da decepção. É cura do seu coração.

Perdoar é necessário e urgente.

Livro: Fragmentos de uma vida em Deus

Monsenhor Jonas Abib

EVANGELHO DO DIA (Mateus 6, 7-15)


Terça-Feira, 23 de Fevereiro de 2010
1ª Semana da Quaresma


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 7“Quando orardes, não useis muitas palavras, como fazem os pagãos. Eles pensam que serão ouvidos por força das muitas palavras.
8Não sejais como eles, pois vosso Pai sabe do que precisais, muito antes que vós o peçais. 9Vós deveis rezar assim: Pai nosso que estás nos céus, santificado seja o teu nome; 10venha o teu Reino; seja feita a tua vontade, assim na terra como nos céus. 11O pão nosso de cada dia dá-nos hoje. 12Perdoa as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, 13e não nos deixes cair em tentação, mas livra-nos do mal.
14De fato, se vós perdoardes aos homens as faltas que eles cometeram, vosso Pai que está nos céus também vos perdoará. 15Mas, se vós não perdoardes aos homens, vosso Pai também não perdoará as faltas que vós cometestes”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

O TEMPO DA QUARESMA

O que quer dizer Quaresma?

A palavra Quaresma vem do latim quadragésima e é utilizada para designar o período de quarenta dias que antecedem a festa ápice do cristianismo: a ressurreição de Jesus Cristo, comemorada no famoso Domingo de Páscoa. Esta prática data desde o século IV.

Na quaresma, que começa na quarta-feira de cinzas e termina na quinta-feira (até a Missa da Ceia do Senhor, exclusive - Diretório da Liturgia - CNBB) da Semana Santa, os católicos realizam a preparação para a Páscoa. O período é reservado para a reflexão, a conversão espiritual. Ou seja, o católico deve se aproximar de Deus visando o crescimento espiritual. Os fiéis são convidados a fazerem uma comparação entre suas vidas e a mensagem cristã expressa nos Evangelhos. Esta comparação significa um recomeço, um renascimento para as questões espirituais e de crescimento pessoal. O cristão deve intensificar a prática dos princípios essenciais de sua fé com o objetivo de ser uma pessoa melhor e proporcionar o bem para os demais.

Essencialmente, o período é um retiro espiritual voltado à reflexão, onde os cristãos se recolhem em oração e penitência para preparar o espírito para a acolhida do Cristo Vivo, Ressuscitado no Domingo de Páscoa. Assim, retomando questões espirituais, simbolicamente o cristão está renascendo, como Cristo. Todas as religiões têm períodos voltados à reflexão, eles fazem parte da disciplina religiosa. Cada doutrina religiosa tem seu calendário específico para seguir. A cor litúrgica deste tempo é o roxo, que significa luto e penitência.
Cerca de duzentos anos após o nascimento de Cristo, os cristãos começaram a preparar a festa da Páscoa com três dias de oração, meditação e jejum. Por volta do ano 350 d. C., a Igreja aumentou o tempo de preparação para quarenta dias. Assim surgiu a Quaresma.

Qual o significado destes 40 dias?

Na Bíblia, o número quatro simboliza o universo material. Os zeros que o seguem significam o tempo de nossa vida na terra, suas provações e dificuldades. Portanto, a duração da Quaresma está baseada no símbolo deste número na Bíblia. Nela, é relatada as passagens dos quarenta dias do dilúvio, dos quarenta anos de peregrinação do povo judeu pelo deserto, dos quarenta dias de Moisés e de Elias na montanha, dos quarenta dias que Jesus passou no deserto antes de começar sua vida pública, dos 400 anos que durou a estada dos judeus no Egito, entre outras. Esses períodos vêm sempre antes de fatos importantes e se relacionam com a necessidade de ir criando um clima adequado e dirigindo o coração para algo que vai acontecer.

O que os cristãos devem fazer no tempo de Quaresma?

A Igreja católica propõe, por meio do Evangelho proclamado na quarta-feira de cinzas, três grandes linhas de ação: a oração, a penitência e a caridade. Não somente durante a Quaresma, mas em todos os dias de sua vida, o cristão deve buscar o Reino de Deus, ou seja, lutar para que exista justiça, a paz e o amor em toda a humanidade. Os cristãos devem então recolher-se para a reflexão para se aproximar de Deus. Esta busca inclui a oração, a penitência e a caridade, esta última como uma conseqüência da penitência.

Ainda é costume jejuar durante este tempo?

Sim, ainda é costume jejuar na Quaresma, ainda que ele seja válido em qualquer época do ano. A igreja propõe o jejum principalmente como forma de sacrifício, mas também como uma maneira de educar-se, de ir percebendo que, o que o ser humano mais necessita é de Deus. Desta forma se justifica as demais abstinências, elas têm a mesma função.

Oficialmente, o jejum deve ser feito pelos cristãos batizados, na quarta-feira de cinzas e na sexta-feira santa. Pela lei da igreja, o jejum é obrigatório nesses dois dias para pessoas entre 18 e 60 anos. Porém, podem ser substituídos por outros dias na medida da necessidade individual de cada fiel, e também praticados por crianças e idosos de acordo com suas disponibilidades.

O jejum, assim como todas as penitências, é visto pela igreja como uma forma de educação no sentido de se privar de algo e reverte-lo em serviços de amor, em práticas de caridade. Os sacrifícios, que podem ser escolhidos livremente, por exemplo: um jovem deixa de mascar chicletes por um mês, e o valor que gastaria nos doces é usado para o bem de alguém necessitado.

O que é a Campanha da Fraternidade?

O percurso da Quaresma é acompanhado pela realização da Campanha da Fraternidade – a maior campanha da solidariedade do mundo cristão. Cada ano é contemplado um tema urgente e necessário.

A Campanha da Fraternidade é uma atividade ampla de evangelização que ajuda os cristãos e as pessoas de boa vontade a concretizarem, na prática, a transformação da sociedade a partir de um problema específico, que exige a participação de todos na sua solução. Ela tornou-se tão especial por provocar a renovação da vida da igreja e ao mesmo tempo resolver problemas reais.

Seus objetivos permanentes são: despertar o espírito comunitário e cristão no povo de Deus, comprometendo, em particular, os cristãos na busca do bem comum; educar para a vida em fraternidade, a partir da justiça e do amor: exigência central do Evangelho. Renovar a consciência da responsabilidade de todos na promoção humana, em vista de uma sociedade justa e solidária.

Os temas escolhidos são sempre aspectos da realidade sócio-econômico-política do país, marcada pela injustiça, pela exclusão, por índices sempre mais altos de miséria. Os problemas que a Campanha visa ajudar a resolver, se encontram com a fraternidade ferida, e a fé, tem o compromisso de restabelecê-la. A partir do início dos encontros nacionais sobre a CF, em 1971, a escolha de seus temas vem tendo sempre mais ampla participação dos 16 Regionais da CNBB que recolhem sugestões das Dioceses e estas das paróquias e comunidades.

Como começou a Campanha da Fraternidade?

Em 1961, três padres responsáveis pela Cáritas Brasileira idealizaram uma campanha para arrecadar fundos para as atividades assistenciais e promocionais da instituição e torná-la autônoma financeiramente. A atividade foi chamada Campanha da Fraternidade e realizada pela primeira vez na quaresma de 1962, em Natal-RN, com adesão de outras três Dioceses e apoio financeiro dos Bispos norte-americanos. No ano seguinte, 16 Dioceses do Nordeste realizaram a campanha. Não teve êxito financeiro, mas foi o embrião de um projeto anual dos Organismos Nacionais da CNBB e das Igrejas Particulares no Brasil, realizado à luz e na perspectiva das Diretrizes Gerais da Ação Pastoral (Evangelizadora) da Igreja em nosso País.

Este projeto se tornou nacional no dia 26 de dezembro de 1963, com uma resolução do Concílio Vaticano II, a maior e mais importante reunião da igreja católica. O projeto realizou-se pela primeira vez na quaresma de 1964. Ao longo de quatro anos seguidos, por um período extenso em cada um, os Bispos ficaram hospedados na mesma casa, em Roma, participando das sessões do Concílio e de diversos momentos de reunião, estudo, troca de experiências. Nesse contexto, nasceu e cresceu a Campanha da Fraternidade.

Qual é a relação entre Campanha da Fraternidade e a Quaresma?

A Campanha da Fraternidade é um instrumento para desenvolver o espírito quaresmal de conversão e renovação interior a partir da realização da ação comunitária, que para os católicos, é a verdadeira penitência que Deus quer em preparação da Páscoa. Ela ajuda na tarefa de colocar em prática a caridade e ajuda ao próximo. É um modo criativo de concretizar o exercício pastoral de conjunto, visando a transformação das injustiças sociais.

Desta forma, a Campanha da Fraternidade é maneira que a Igreja no Brasil celebra a quaresma em preparação à Páscoa. Ela dá ao tempo quaresmal uma dimensão histórica, humana, encarnada e principalmente comprometida com as questões específicas de nosso povo, como atividade essencial ligada à Páscoa do Senhor.

Quais são os rituais e tradições associados com este tempo?

As celebrações têm início no Domingo de Ramos, ele significa a entrada triunfal de Jesus, o começo da Semana Santa. Os ramos simbolizam a vida do Senhor, ou seja, Domingo de Ramos é entrar na Semana Santa para relembrar aquele momento.

Depois, celebra-se a Ceia do Senhor, realizada na quinta-feira santa, conhecida também como o lava pés. Ela celebra Jesus criando a eucaristia, a entrega de Jesus e portanto, o resgate dos pecadores.

Depois, vem a celebração da Sexta-feira da Paixão, também conhecida como sexta-feira santa, que celebra a morte do Senhor, às 15 horas. Na sexta à noite geralmente é feita uma procissão ou ainda a Via Sacra, que seria a repetição das 14 passagens da vida de Jesus.

No sábado à noite, o Sábado de Aleluia, é celebrada a Vigília Pascal, também conhecida como a Missa do Fogo. Nela o Círio Pascal é acesso, resultando as cinzas. O significado das cinzas é que do pó viemos e para o pó voltaremos, sinal de conversão e de que nada somos sem Deus. Um símbolo da renovação de um ciclo. Os rituais se encerram no domingo, data da ressurreição de Cristo, com a Missa da Páscoa, que celebra o Cristo vivo.

Fonte: CNBB - Conferência Nacional dos Bispos do Brasil
Arquidiocese de São Paulo - Vicariato da Comunicação

EVANGELHO DO DIA (Mateus 16, 13-19)


Segunda-Feira, 22 de Fevereiro de 2010
Cátedra de São Pedro


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 13Jesus foi à região de Cesareia de Filipe e ali perguntou aos seus discípulos: “Quem dizem os homens ser o Filho do Homem?” 14Eles responderam: “Alguns dizem que é João Batista; outros que é Elias; outros ainda, que é Jeremias ou algum dos profetas”. 15Então Jesus lhes perguntou: “E vós, quem dizeis que eu sou?” 16Simão Pedro respondeu: “Tu és o Messias, o Filho do Deus vivo”.
17Respondendo, Jesus lhe disse: “Feliz és tu, Simão, filho de Jonas, porque não foi um ser humano que te revelou isso, mas o meu Pai que está no céu. 18Por isso eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra construirei a minha Igreja, e o poder do inferno nunca poderá vencê-la. 19Eu te darei as chaves do Reino dos céus: tudo o que tu ligares na terra será ligado nos céus; tudo o que tu desligares na terra será desligado nos céus”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

domingo, 21 de fevereiro de 2010

EVANGELHO DO DIA (Lucas 4, 1-13)


Domingo, 21 de Fevereiro de 2010
1º Domingo da Quaresma


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 1Jesus, cheio do Espírito Santo, voltou do Jordão, e, no deserto, ele era guiado pelo Espírito. 2Ali foi tentado pelo diabo durante quarenta dias. Não comeu nada naqueles dias e, depois disso, sentiu fome. 3O diabo disse, então, a Jesus: “Se és Filho de Deus, manda que esta pedra se mude em pão”. 4Jesus respondeu: “A Escritura diz: ‘Não só de pão vive o homem’”
5O diabo levou Jesus para o alto, mostrou-lhe por um instante todos os reinos do mundo 6e lhe disse: “Eu te darei todo este poder e toda a sua glória, porque tudo isto foi entregue a mim e posso dá-lo a quem eu quiser. 7Portanto, se te prostrares diante de mim em adoração, tudo isso será teu”.
8Jesus respondeu: “A Escritura diz: ‘Adorarás o Senhor teu Deus, e só a ele servirás’”.
9Depois o diabo levou Jesus a Jerusalém, colocou-o sobre a parte mais alta do Templo e lhe disse: “Se és Filho de Deus, atira-te daqui abaixo! 10Porque a Escritura diz: ‘Deus ordenará aos seus anjos a teu respeito, que te guardem com cuidado!’ 11E mais ainda: ‘Eles te levarão nas mãos, para que não tropeces em alguma pedra’”.
12Jesus, porém, respondeu: “A Escritura diz: ‘Não tentarás o Senhor teu Deus’”.
13Terminada toda a tentação, o diabo afastou-se de Jesus, para retornar no tempo oportuno.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

sábado, 20 de fevereiro de 2010

EVANGELHO DO DIA (Lucas 5, 27-35)


Sábado, 20 de Fevereiro de 2010
Sábado depois das Cinzas


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 27Jesus viu um cobrador de impostos, chamado Levi, sentado na coletoria. Jesus lhe disse: “Segue-me”. 28Levi deixou tudo, levantou-se e o seguiu.
29Depois, Levi preparou em casa um grande banquete para Jesus. Estava aí grande número de cobradores de impostos e outras pessoas sentadas à mesa com eles. 30Os fariseus e seus mestres da Lei murmuravam e diziam aos discípulos de Jesus: “Por que vós comeis e bebeis com os cobradores de impostos e com os pecadores?”
31Jesus respondeu: “Os que são sadios não precisam de médico, mas sim os que estão doentes. 32Eu não vim chamar os justos, mas sim os pecadores para a conversão”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

QUARESMA E ABSTINÊNCIA DE CARNE‏

Estamos num tempo forte para nossa religião: a Quaresma, que começou na última quarta feira e vai até o domingo de ramos.

A Quaresma para nós católicos é um momento de sacrifícios, de renúncias, sempre lembrando do trio: oração + jejum + caridade.

Durante a quaresma os católicos não comem carne às quartas e sextas feiras, e para muitos (inclusive recebi perguntas de dois leitores), fica ainda a dúvida sobre o que pode comer e o que não pode.

Segue então um resumo: quando se fala em abstinência de carne, não comemos carne de mamíferos (boi, porco, etc) e nem de aves (frango, pato, etc). É liberada a carne de peixes, bem como os derivados de animais (ovos, leite).

Para entendermos de onde vem isso, segue uma explicação do Veritatis.

Um grande abraço, desejando a todos os leitores uma santa quaresma, e que todos se preparem adequadamente para a Páscoa do Senhor!

A LEI DA ABSTINÊNCIA
Por Jimmy Akin

(....) O Código de Direito Canônico estabelece que "aqueles que completaram 14 anos de idade" (isto é, aqueles que já estão em seu 14º ano de vida) estão obrigados à abstinência (cânon 1251); porém, o Código não oferece uma explicação da abstinência em si. Esta explicação encontra-se, no entanto, em uma Constituição Apostólica de 1966, do Papa Paulo VI, chamada "Paenitemini" (pronuncia-se "pe-ni-te-mi-nee" em português). Eis uma tradução portuguesa da norma relevante:

"A lei da abstinência proíbe o uso de carne, mas não de ovos, derivados de leite ou condimentos feitos de gordura animal" (3,1).

O problema é que esta explicação - pelo menos na sua tradução em português - não é tão clara quanto deveria ser. Ela não menciona, por exemplo, que a lei da abstinência faz exceção ao peixe e outros frutos do mar e que isto é universalmente aceito como exceção. A razão da exceção não ser mencionada aqui é porque ela é implícita ao texto original em latim, onde se lê:

"Abstinentiae lex vetat carne vesei, non autem ovis, lacticiniis et quibuslibet condimentis etiam ex adipe animalium" (3,1).

A palavra "carne" no original latino é "carnis" (aqui declinado no ablativo como "carne"), a qual não corresponde exatamente ao significado da palavra "carne" em português. No português contemporâneo, "carne" tende a significar a carne de qualquer animal, seja ele mamífero, ave, peixe ou o que quer que seja. Mas da forma como é usada aqui, "carnis" se refere tão somente à carne de mamíferos e aves; não inclui a carne do peixe (ou mesmo de répteis, anfíbios e insetos). (...)"

Para ler o artigo todo, vá em http://www.veritatis.com.br/article/5761.

TERÇO REZADO PELOS HOMENS MÃE RAINHA


Quando já parecia ser impossível trazer o homem de volta à Igreja, surge subitamente um novo movimento, tipicamente masculino, o chamado “Terço dos Homens”.

Toda sexta-feira, às 18:00 horas, tem o Terço dos Homens, na Igreja Matriz, movimento que mais cresce na Igreja Católica, e que está resgatando o homem para o convívio com Nosso Salvador.

Você é nosso convidado todo especial. Venha e chame um amigo para juntos rezarmos por intercessão de Maria Santíssima.

O TERÇO DOS HOMENS É UM PRESENTE VALIOSO DE DEUS PARA QUE POSSAMOS MELHORAR, VIA CRISTO E MARIA, NOSSAS VIDAS E O MUNDO.

DIOCESE DE MOSSORÓ LANÇA CF 2010 NA CDL



A Rede Xique-Xique (Economia Solidária) também marcou presença
no lançamento da Campanha da Fraternidade 2010.

Fonte: Diocese de Mossoró

PAPA ABENÇOA CAMPANHA DA FRATERNIDADE E SAÚDA BRASILEIROS


Cartaz da Campanha da Fraternidade 2010, lançada nesta quarta-feria de cinzas em todo Brasil

O Papa Bento XVI abençoou a Campanha da Fraternidade Ecumênica (CFE) 2010 e saudou os brasileiros, em uma mensagem ao presidente da CNBB, Dom Geraldo Lyrio Rocha, por ocasião da abertura da CFE, realizada nesta quarta-feira de cinzas, 17, em todo o país.

"Implorando as maiores bênçãos de Deus sobre a Campanha da Fraternidade Ecumênica de 2010, aproveito a ocasião para enviar aos meus irmãos e amigos do Brasil cordiais saudações com votos de todo bem em Jesus Cristo, único Salvador de todos!"

.: Leia a íntegra da mensagem do Papa

O Papa iniciou a mensagem recordando que a Quaresma, tempo litúrgico iniciado ontem pela Igreja, é um período favorável de salvação, que trás consigo um forte apelo à reconciliação com Deus.

Ao comentar o tema da Campanha, Bento XVI desejou sucesso às Igrejas e Comunidades Eclesiais no Brasil, que decidiram unir esforços para ajudar as pessoas a se libertarem da escravidão do dinheiro. Recordando sua Mensagem para a Quaresma, o Pontífice destacou que a escravidão ao dinheiro e à injustiça "tem origem no coração do homem, onde se encontram os germes de uma misteriosa convivência com o mal."

Lançamento da Campanha da Fraternidade

Foi aberta nesta Quarta-feira de Cinzas, 17, em Brasília, a Campanha da Fraternidade Ecumênica 2010 (CFE), com o tema "Economia e Vida" e lema "Vocês não podem servir a Deus e ao dinheiro (Mt 6, 24)". O evento contou com a participação dos representantes das cinco Igrejas membros do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (CONIC), responsável pela Campanha deste ano, por ser ecumênica.

O representante da CNBB, no evento, o arcebispo de Montes Claros (MG), dom José Alberto Moura, leu a mensagem do Papa Bento XVI para a CFE.

Siga o Canção Nova Notícias no twitter.com/cnnoticias
Conteúdo acessível também pelo iPhone - iphone.cancaonova.com

EVANGELHO DO DIA (Mateus 9, 14-15)


Sexta-Feira, 19 de Fevereiro de 2010
Sexta-feira depois das Cinzas


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 14os discípulos de João aproximaram-se de Jesus e perguntaram: “Por que razão nós e os fariseus praticamos jejuns, mas os teus discípulos não?”
15Disse-lhes Jesus: “Por acaso, os amigos do noivo podem estar de luto enquanto o noivo está com eles? Dias virão em que o noivo será tirado do meio deles. Então, sim, eles jejuarão”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

PASTORAL DA PESSOA IDOSA CELEBRA HOJE


Convidamos toda comunidade cristã e agentes pastorais, para participar de uma Celebração, que acontece hoje na residência da nossa irmã Gracinha, às 19:30 horas, na Rua Walfredo Gurgel, próximo a AABB. Responsável setor Lagoa Seca. Sua presença é muito importante.

Será um grande momento de Louvor e de Adoração ao nosso Deus. Celebrante: Pastoral da Pessoa Idosa Apodi – RN. Sintam-se todos convidados a participarem!

Pastoral da Pessoa Idosa:
Uma nova esperança caminhando com você!

JESUS ESPERA POR VOCÊ!!!

QUARESMA É CAMINHO DE CONVERSÃO A CRISTO, DIZ O PAPA BENTO XVI‏

VATICANO, 17 Fev. 10 (ACI) .

Na Audiência Geral desta quarta-feira na Sala Paulo VI, o Papa Bento XVI assinalou que "iniciamos hoje, a Quarta-feira de Cinzas, o caminho quaresmal, que dura quarenta dias e que nos conduz à alegria da Páscoa do Senhor" e explicou que este tempo é um especial caminho de conversão a Cristo que "é o caminho pelo qual todos estamos chamados a caminhar na vida".

Recordando a fórmula "Converte e crê no Evangelho" da imposição das cinzas, o Santo Padre afirmou que "converter-se significa mudar a direção no caminho da vida. É ir contracorrente, onde a 'corrente' é o estilo de vida superficial, incoerente e ilusória, que freqüentemente nos arrasta, nos domina e nos faz escravos do mal ou prisioneiros da mediocridade moral".

Entretanto, prosseguiu, "com a conversão se tende à medida mais alta da vida cristã, confia-se no Evangelho vivo e pessoal, que é Jesus Cristo. Sua pessoa é a meta final e o sentido profundo da conversão, é o caminho pelo qual todos estamos chamados a caminhar na vida, deixando-nos iluminar por sua luz e sustentar por sua força que move nossos passos".

"O 'Converte e crê no Evangelho' não está apenas no início da vida cristã, mas acompanha todos seus passos, renova-se e difunde em todas suas expressões. Cada dia é momento favorável e de graça, também quando não faltam as dificuldades e a fatigas, as quedas, quando temos a tentação de abandonar o caminho do seguimento de Cristo e de nos fecharmos em nós mesmos, em nosso egoísmo, sem dar-nos conta da necessidade que temos de abrir-nos ao amor de Deus em Cristo, para viver a mesma lógica de justiça e de amor".

Bento XVI sublinhou que "frente ao medo inato do fim, e sobre tudo no contexto de uma cultura que tende em tantos modos a censurar a realidade e a experiência humana da morte, a liturgia quaresmal nos recorda, por um lado, a morte, convidando-nos ao realismo e à sabedoria, mas por outro lado, impulsiona-nos sobre tudo a acolher e a viver a novidade inesperada que a fé cristã revela na realidade da mesma morte".

"O ser humano é pó e ao pó voltará, mas é pó precioso aos olhos de Deus, porque Ele criou ao homem destinando-o à imortalidade. Também o Senhor Jesus quis compartilhar livremente com cada homem a fragilidade, em particular através de sua morte na cruz; mas precisamente esta morte, cheia de seu amor pelo Pai e pela humanidade, foi a via para a ressurreição gloriosa, por meio da qual Cristo se converteu em fonte de uma graça dada a quantos acreditam nele e participam de sua mesma vida divina".

O Papa ressaltou que a imposição das cinzas "é um convite a percorrer o tempo de Quaresma como uma imersão mais consciente e mais intensa no mistério pascal de Jesus, em sua morte e ressurreição, mediante a participação na Eucaristia e na vida de caridade, que nasce da Eucaristia e na qual encontra seu cumprimento".

"Com a imposição da cinza renovamos nosso compromisso de seguir a Jesus, deixando-nos transformar por seu mistério pascal, para vencer o mal e fazer o bem, para fazer morrer a nosso 'homem velho' ligado ao pecado e fazer nascer o 'homem novo' transformado pela graça de Deus", concluiu.

Fonte: ACI Digital

SALVAÇÃO É DOM DE DEUS, MAS PRECISA DO "SIM" DO HOMEM, DIZ PAPA


Papa durante a procissão penitencial em Roma

"A salvação é dom, é graça de Deus, mas para ter efeito na minha existência requer o meu assentimento, um acolhimento demonstrado nos fatos, isto é, na vontade de viver como Jesus, de segui-lo. Seguir Jesus no deserto quaresmal é, portanto, condição necessária para participar da sua Páscoa", indicou o Papa durante a homilia na Missa da Quarta-feira de Cinzas.

A Liturgia, que marca o início da Quaresma, aconteceu na Basílica de Santa Sabina e foi precedida por uma procissão penitencial. A celebração partiu da Igreja de Santo Anselmo em Aventino e contou com a participação de cardeais, arcebispos, bispos, monges beneditinos de Santo Anselmo, padres dominicanos de Santa Sabina e alguns fiéis.

Ao meditar sobre o texto da Antífona de Entrada do Rito, que destaca o perdão de Deus, Bento XVI afirmou: "Perdoar alguém equivale a dizer-lhe: não quero que você morra, mas que viva; quero sempre e somente o seu bem".

Esse Deus que perdoa, que é bom, permanece sempre aberto a acolher o ser humano que se reconhece portador da iniquidade.

"O primeiro ato de justiça é, portanto, reconhecer a própria iniquidade, e reconhecer que ela está radicada no 'coração', no próprio centro da pessoa humana. Os 'jejuns', os 'prantos', as 'lamentações' (cf. Gl 2, 12) e toda expressão penitencial têm valor aos olhos de Deus somente se são sinal de corações sinceramente arrependidos", ensinou.

.: Leia a Homilia do Papa nesta Quarta-feira de Cinzas

Verdadeira "recompensa"

O Pontífice salientou que a verdadeira "recompensa" é a graça da amizade com Deus, e não a admiração dos outros. "Uma graça que doa paz e força para fazer o bem, amar também quem não o merece, perdoar quem nos ofendeu".

Por fim, o Santo Padre ressaltou que, ao iniciar a Quaresma, "a Igreja indica a conversão pessoal e comunitária como único caminho não ilusório para formar sociedades mais justas, onde todos possam ter o necessário para viver segundo a dignidade humana".

Siga o Canção Nova Notícias no twitter.com/cnnoticias
Conteúdo acessível também pelo iPhone - iphone.cancaonova.com

EVANGELHO DO DIA (Lucas 9, 22-25)


Quinta-Feira, 18 de Fevereiro de 2010
Quinta-feira depois das Cinzas


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 22“O Filho do Homem deve sofrer muito, ser rejeitado pelos anciãos, pelos sumos sacerdotes e doutores da Lei, deve ser morto e ressuscitar no terceiro dia”.
23Depois Jesus disse a todos: “Se alguém me quer seguir, renuncie a si mesmo, tome sua cruz cada dia e siga-me. 24Pois quem quiser salvar a sua vida, vai perdê-la; e quem perder a sua vida por causa de mim, esse a salvará.
25Com efeito, de que adianta a um homem ganhar o mundo inteiro, se se perde e se destrói a si mesmo?”

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

EVANGELHO DO DIA (Mateus 6, 1-6.16-18)

Quarta-Feira, 17 de Fevereiro de 2010
Quarta-feira de Cinzas


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 1“Ficai atentos para não praticar a vossa justiça na frente dos homens, só para serdes vistos por eles. Caso contrário, não recebereis a recompensa do vosso Pai que está nos céus.
2Por isso, quando deres esmola, não toques a trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, para serem elogiados pelos homens.
Em verdade vos digo: eles já receberam a sua recompensa. 3Ao contrário, quando deres esmola, que a tua mão esquerda não saiba o que faz a tua mão direita, 4de modo que a tua esmola fique oculta. E o teu Pai, que vê o que está oculto, te dará a recompensa.
5Quando orardes, não sejais como os hipócritas, que gostam de rezar em pé, nas sinagogas e nas esquinas das praças, para serem vistos pelos homens.
Em verdade vos digo: eles já receberam a sua recompensa. 6Ao contrário, quando orares, entra no teu quarto, fecha a porta, e reza ao teu Pai que está oculto. E o teu Pai, que vê o que está escondido, te dará a recompensa.
16Quando jejuardes, não fiqueis com o rosto triste como os hipócritas. Eles desfiguram o rosto, para que os homens vejam que estão jejuando.
Em verdade vos digo: eles já receberam a sua recompensa. 17Tu, porém, quando jejuares, perfuma a cabeça e lava o rosto, 18para que os homens não vejam que estás jejuando, mas somente teu Pai, que está oculto. E o teu Pai, que vê o que está escondido, te dará a recompensa”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

CAMPANHA DA FRATERNIDADE REFLETE SOBRE ECONOMIA E VIDA


Campanha da Fraternidade será ecumênica pela terceira vez

Campanha da Fraternidade Ecumênica (CFE) 2010 começa nesta Quarta-feira de Cinzas, 17, dia que marca o início da Quaresma.

É a terceira vez que a CF acontece de forma ecumênica, a exemplo dos anos 2000 e 2005. A organização está sob responsabilidade do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (Conic), integrado pela Igreja Católica Apostólica Romana, Igreja Presbiteriana Unida do Brasil, Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, Igreja Episcopal Anglicana do Brasil e Igreja Sirian Ortodoxa de Antioquia.

Com o tema "Economia e Vida" e o lema "Vocês não podem servir a Deus e ao dinheiro" (Mt 6, 24), a Campanha busca ajudar a sociedade a construir uma economia que esteja a serviço da vida.

Escolhido há dois anos, o tema será debatido num contexto de crise mundial financeira, deflagrada no final de 2008, e de eleições. No centro das reflexões propostas pelas Igrejas está a concepção de uma economia a serviço da vida, no respeito à dignidade da pessoa humana e ao planeta Terra.

"O Conic não quer limitar-se a criticar sistemas econômicos. Principalmente, espera que a Campanha mobilize Igrejas e sociedade a dar respostas concretas às necessidades básicas das pessoas e à salvaguarda da natureza, a partir de mudanças pessoais, comunitárias e sociais, fundamentadas em alternativas viáveis derivadas da visão de um mundo justo e solidário", diz o texto base da Campanha.

Para alcançar os objetivos da Campanha, o Conic propõe como estratégias "denunciar a perversidade de todo modelo econômico que vise em primeiro lugar o lucro". Aconselha, ainda, "educar para a prática de uma economia de solidariedade", além de conclamar toda a sociedade "para ações sociais e políticas" que levem a uma economia de solidariedade.

O Tempo da Quaresma, em que é realizado a Campanha, favorece a conversão "social, eclesial, comunitária e pessoal", de acordo com o Conic.


Abertura da CFE

Em Brasília, dois atos marcam a abertura oficial da Campanha da Fraternidade Ecumênica 2010 (CFE) nesta Quarta-feira de cinzas. O primeiro é uma coletiva de imprensa, às 14h, na igreja Luterana. Todos os presidentes das igrejas membros do Conic estarão presentes. Já no Santuário Dom Bosco, às 19h30min, as cinco igrejas se reúnem para uma celebração ecumênica.

Confira os objetivos da CFE 2010

Objetivo geral:

Colaborar na promoção de uma economia a serviço da vida, fundamentada no ideal da cultura da paz, a partir do esforço conjunto das Igrejas Cristãs e de pessoas de boa vontade, para que todos contribuam na construção do bem comum em vista de uma sociedade sem exclusão.

Objetivos específicos:

1. Sensibilizar a sociedade sobre a importância de valorizar todas as pessoas que a constituem;
2. Buscar a superação do consumismo, que faz com que ‘ter’ seja mais importante do que as pessoas;
3. Criar laços entre as pessoas de convivência mais próxima em vista do conhecimento mútuo e da superação tanto do individualismo como das dificuldades pessoais;
4. Mostrar a relação entre fé e vida, a partir da prática da justiça como dimensão constitutiva do anúncio do evangelho;
5. Reconhecer as responsabilidades individuais diante dos problemas decorrentes da vida econômica, em vista da própria conversão.

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

EVANGELHO DO DIA (Marcos 8, 14-21)

Terça-Feira, 16 de Fevereiro de 2010
6ª Semana Comum

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 14os discípulos tinham se esquecido de levar pães. Tinham consigo na barca apenas um pão. 15Então Jesus os advertiu: “Prestai atenção e tomai cuidado com o fermento dos fariseus e com o fermento de Herodes”.
16Os discípulos diziam entre si: “É porque não temos pão”. 17Mas Jesus percebeu e perguntou-lhes: “Por que discutis sobre a falta de pão? Ainda não entendeis e nem compreendeis? Vós tendes o coração endurecido? 18Tendo olhos, não vedes, e tendo ouvidos, não ouvis? Não vos lembrais 19de quando reparti cinco pães para cinco mil pessoas? Quantos cestos vós recolhestes cheios de pedaços?”
Eles responderam: “Doze”. 20Jesus perguntou: E quando reparti sete pães com quatro mil pessoas, quantos cestos vós recolhestes cheios de pedaços? Eles responderam: “Sete”. 21Jesus disse: “E ainda não compreendeis?”

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

EVANGELHO DO DIA (Marcos 8, 11-13)


Segunda-Feira, 15 de Fevereiro de 2010
6ª Semana Comum


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 11os fariseus vieram e começaram a discutir com Jesus. E, para pô-lo à prova, pediam-lhe um sinal do céu. 12Mas Jesus deu um suspiro profundo e disse: “Por que esta gente pede um sinal? Em verdade vos digo, a esta gente não será dado nenhum sinal”. 13E, deixando-os, Jesus entrou de novo na barca e se dirigiu para a outra margem.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

domingo, 14 de fevereiro de 2010

PROGRAMA A CAMINHO DA IGREJA


Apresentação dos Comunicadores de Deus!

O Programa A CAMINHO DA IGREJA tem o objetivo de refletir a Liturgia da Santa Missa, ou seja, explicar a importância de cada momento da Santa Missa.

I LEITURA, SALMO RESPONSORIAL, II LEITURA, EVANGELHO E A ORAÇÃO DA ASSEMBLEIA.

O Programa “A Caminho da Igreja” vai ao ar todo os domingos, das 7:00hs às 8:00hs da manhã. Na AM Vale do Apodi 1030Khz. E você pode participar pedindo seu hino preferido através do telefone (084) 3333-2512 ou acessando http://www.blogvaledoapodi.com.br/

Mais um programa de responsabilidade da Igreja Católica Apostólica Romana. Hoje pela manhã foi realizado o 30º programa. Todos estão convidados a escutar.

Programa dedicado a todos os Cristãos!

MISSA DO DOMINGO

Hoje domingo 14/02/10, logo mais às 8:00 da manhã Santa Missa na Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição e São João Batista.

Animação: GRUJAP. Celebrante: Pe. Theodoro.

Obs: Só haverá Missa pela manhã.

EVANGELHO DO DIA (Lucas 6, 17.20-26)

Domingo, 14 de Fevereiro de 2010
6º Domingo do Tempo Comum


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 17Jesus desceu da montanha com os discípulos e parou num lugar plano. Ali estavam muitos de seus discípulos e grande multidão de gente de toda a Judeia e de Jerusalém, do litoral de Tiro e Sidônia.
20E, levantando os olhos para os seus discípulos, disse: “Bem-aventurados vós, os pobres, porque vosso é o Reino de Deus!
21Bem-aventurados vós, que agora tendes fome, porque sereis saciados!
Bem-aventurados vós, que agora chorais, porque havereis de rir!
22Bem-aventurados sereis, quando os homens vos odiarem, vos expulsarem, vos insultarem e amaldiçoarem o vosso nome, por causa do Filho do Homem! 23Alegrai-vos, nesse dia, e exultai, pois será grande a vossa recompensa no céu; porque era assim que os antepassados deles tratavam os profetas.
24Mas, ai de vós, ricos, porque já tendes vossa consolação!
25Ai de vós, que agora tendes fartura, porque passareis fome!
Ai de vós, que agora rides, porque tereis luto e lágrimas!
26Ai de vós, quando todos vos elogiam! Era assim que os antepassados deles tratavam os falsos profetas”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

sábado, 13 de fevereiro de 2010

BLOG PASTORAL FAMILIAR APODI COMEMORA 60 MIL ACESSOS


Hoje 13 de fevereiro de 2010, o blog da Pastoral Familiar Apodi está fechando com 60 mil acessos e nós que fazemos a equipe do blog só temos que comemorar com essa marca histórica de acessos.

Muito obrigado aos visitantes, seguidores e aqueles que comentam nossas matérias...

Apodi, agradece!

PULA, SAI DO CHÃO. CARNAVAL É NA CANÇÃO!



Carnaval com Cristo é na Canção Nova...

MISSA SÁBADO

Hoje sábado 13/02/10, logo mais às 8:00 da manhã Santa Missa na Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição e São João Batista.

Animação: Infância Missionária. Celebrante: Pe. Theodoro.

EVANGELHO DO DIA (Marcos 8, 1-10)


Sábado, 13 de Fevereiro de 2010
5ª Semana Comum - Nossa Senhora


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor.

1Naqueles dias, havia de novo uma grande multidão e não tinha o que comer. Jesus chamou os discípulos e disse: 2“Tenho compaixão dessa multidão, porque já faz três dias que está comigo e não tem nada para comer. 3Se eu os mandar para casa sem comer, vão desmaiar pelo caminho, porque muitos deles vieram de longe”.
4Os discípulos disseram: “Como poderia alguém saciá-los de pão aqui no deserto?” 5Jesus perguntou-lhes: “Quantos pães tendes?” Eles responderam: “Sete”.
6Jesus mandou que a multidão se sentasse no chão. Depois, pegou os sete pães, e deu graças, partiu-os e ia dando aos seus discípulos, para que os distribuíssem. E eles os distribuíam ao povo.
7Tinham também alguns peixinhos. Depois de pronunciar a bênção sobre eles, mandou que os distribuíssem também. 8Comeram e ficaram satisfeitos, e recolheram sete cestos com os pedaços que sobraram.
9Eram quatro mil, mais ou menos. E Jesus os despediu. 10Subindo logo na barca com seus discípulos, Jesus foi para a região de Dalmanuta.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.