terça-feira, 30 de junho de 2009

PASTORAL DA PESSOA IDOSA CELEBRA HOJE


Convidamos toda comunidade cristã e agentes pastorais, para participar de uma Celebração, que acontece hoje na residência de Dona Maria Pinto,Nº 40,3 às 19:00 horas, na Rua Tiradentes, em frente a casa do nosso irmão Roberto Cruz. Bairro São Sebastião. Responsável setor Centro. Sua presença é muito importante.

Será um grande momento de Louvor e de Adoração ao nosso Deus. Celebrante: Pastoral da Pessoa Idosa Apodi – RN. Sintam-se todos convidados a participarem!

Pastoral da Pessoa Idosa:
Uma nova esperança caminhando com você!

JESUS ESPERA POR VOCÊ!!!

II ENCONTRO DE FORMAÇÃO ESPIRITUAL DO TERÇO DOS HOMENS MÃE RAINHA EM APODI

Aconteceu domingo dia 28/06/09 na cidade de Apodi, o II Encontro de Formação Espiritual do Terço dos Homens Mãe Rainha da Diocese de Mossoró. O encontro foi dividido em três partes, sendo a 1ª parte a Santa Missa presidida pelo Padre João Batista da Paróquia de São Paulo em Mossoró, a 2ª parte foi servido um belo café da manhã para os diversos grupos e a 3ª parte foi a formação espiritual que teve como formador o Pe. João Batista com o tema: “A Importância do Engajamento dos Homens do Terço nas Pastorais”. Após a palestra a palavra ficou aberta a todos e muitos foram dá seus testemunhos de Fé, de mudança de vida e agradecimento as graças recebidas. O Encontro foi encerrado com a Benção do Santíssimo Sacramento.

Vejam algumas fotos:



Pe. João Batista do Nascimento da Paróquia de São Paulo Apóstolo de Mossoró


A Igreja Matriz de Apodi totalmente lotada de homens de várias cidades da Diocese


Pe. João Batista no momento em que ministrava sua palestra


Jorge Câmara Coordenador do Zonal Médio Oeste I


Coordenação Diocesana do Terço dos Homens


Grupos do Terço dos Homens Mãe Rainha

Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição e São João Batista – Apodi/RN

Fonte: Terço dos Homens Mossoró

DOM MARIANO COMEMORA 36 ANOS DE SACERDÓCIO


Na Diocese de Mossoró, hoje, dia 26, aniversário de ordenação sacerdotal do nosso bispo Diocesano, dom Mariano Manzana, que está completando 36 anos de sacerdócio. Ordenado sacerdote aos 26 de junho de 1973, em Trento ( Itália).

Agradecemos ao Cristo Jesus pela vida de nosso Bispo, pois através de suas palavras e ações reconhecemos o próprio Senhor

Fonte: Diocese de Mossoró

EVANGELHO DO DIA (Mateus 8, 23-27)

Terça-Feira, 30 de Junho de 2009
13a Semana Comum


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 23Jesus entrou na barca, e seus discípulos o acompanharam. 24E eis que houve uma grande tempestade no mar, de modo que a barca estava sendo coberta pelas ondas. Jesus, porém, dormia.
25Os discípulos aproximaram-se e o acordaram, dizendo: “Senhor, salva-nos, pois estamos perecendo!” 26Jesus respondeu: “Por que tendes tanto medo, homens fracos na fé?” Então, levantando-se, ameaçou os ventos e o mar, e fez-se uma grande calmaria. 27Os homens ficaram admirados e diziam: “Quem é este homem, que até os ventos e o mar lhe obedecem?”

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

segunda-feira, 29 de junho de 2009

QUESTÕES SOBRE IDOLATRIA‏

Professor, tenho algumas dúvidas sobre a questão do idolatrismo, estes dias atrás tivemos uma visita de uma imagem de nossa senhora que percorre o mundo, isso não é idolatrismo? Porque existem muitos católicos que acabam acreditando muito mais em uma imagem que até mesmo no nosso próprio JESUS?


Venerar as imagens não é idolatrismo; Deus proibe "adorar idolos"; isto é, deuses falsos, isso nada tem a ver com imagens de anjos, santos, Nossa Senhora e Cristo; essas apenas representam essas pessoas que estão no céu e intercedem por nós sem cessar.

Deus mandou que Moisés fizesse as imagens de dois grandes Querubins e colocá-los sobre a Arca a Aliança. Veja essas passagens:

* Ex 25,17-22 - Deus manda Moisés colocar 2 querubins de ouro na Arca da Aiança, onde Javé falava com seu povo.

* 1Rs 6,23-28 - No Templo construído por Salomão foram colocados querubins de madeira junto à Arca da Aliança. E as paredes do templo tinha imagens de querubins. Tudo feito com ordem de Deus, conforme vemos em 1Cr 22,6-13, e em Ex 31,1-11.

* 1Rs 7,25.29 - No Templo de Salomão havia também bois de metal, leões, touros e querubins.* Nm 21,8-9 - Deus ordenou a Moisés que fizesse uma serpente de bronze, e quem olhasse para ela seria salvo.

Prof. Felipe Aquino

Site: http://www.cleofas.com.br/

Fonte: http://www.cleofas.com.br/virtual/texto.php?doc=PERGUNTA_RESPOSTA&id=prs0214

REZAR O TERÇO EM FAMÍLIA 29/06/09


Por que João Paulo II nos pediu que rezássemos o terço em família? Que meditássemos nos mistérios da vida de Cristo por meio de Maria? Porque é dentro de nossas casas que estão eclodindo as grandes guerras mundiais.

É do seio da nossa família que estão sendo gerados os piores traficantes, terroristas e assassinos da nossa sociedade. É na sala de nossa casa que novas mentalidades estão sendo formadas para promover o favorecimento do aborto, do homossexualismo, da liberdade sexual e da desmoralização dos valores éticos e morais da família. É na mesa da cozinha com diálogos paganizados, que nossos princípios vitais estão sendo roubados, cuja origem, nunca deixou de ser Deus na sua plenitude e no seu amor.

“O relançamento do Rosário nas famílias cristãs, no âmbito de uma pastoral mais ampla da família, propõe-se como ajuda eficaz para conter os efeitos devastantes desta crise de nossa época” (Carta Apostólica Rosarium Virginis Mariae, João Paulo II).

O Mundo usa armas poderosas para difundir suas metas, e Deus usa armas simples, como o “terço”, para vencer o reino do anticristo. Não dá para acreditar mas é real, Nossa Senhora nos garante que, só rezando o terço todos os dias, poderia acabar com a guerra e evitar uma outra pior.

“Rezar o terço diariamente é caminhar sempre em sentido a nossa salvação, e pela salvação de muitos outros. “Ser devoto da Virgem Maria Santíssima, é uma arma de Salvação”.

Hoje “Terço da Família”
Horário: 18:00 horas
Residência: Dona Francisca, viúva de Raimundo dos Pneus
Local:
Bairro:
Responsável: Pastoral Familiar Apodi
Cidade: Apodi – RN

EVANGELHO DO DIA (Mateus 8, 18-22)

Segunda-Feira, 29 de Junho de 2009
13a Semana Comum

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 18vendo uma multidão ao seu redor, Jesus mandou passar para a outra margem do lago. 19Então um mestre da Lei aproximou-se e disse: “Mestre, eu te seguirei aonde quer que tu vás”.
20Jesus lhe respondeu: “As raposas têm suas tocas e as aves dos céus têm seus ninhos; mas o Filho do Homem não tem onde reclinar a cabeça”. 21Um outro dos discípulos disse a Jesus: “Senhor, permite-me que primeiro eu vá sepultar meu pai”. 22Mas Jesus lhe respondeu: “Segue-me, e deixa que os mortos sepultem os seus mortos”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

REZAR O TERÇO EM FAMÍLIA 29/06/09

Por que João Paulo II nos pediu que rezássemos o terço em família? Que meditássemos nos mistérios da vida de Cristo por meio de Maria? Porque é dentro de nossas casas que estão eclodindo as grandes guerras mundiais.

É do seio da nossa família que estão sendo gerados os piores traficantes, terroristas e assassinos da nossa sociedade. É na sala de nossa casa que novas mentalidades estão sendo formadas para promover o favorecimento do aborto, do homossexualismo, da liberdade sexual e da desmoralização dos valores éticos e morais da família. É na mesa da cozinha com diálogos paganizados, que nossos princípios vitais estão sendo roubados, cuja origem, nunca deixou de ser Deus na sua plenitude e no seu amor.

“O relançamento do Rosário nas famílias cristãs, no âmbito de uma pastoral mais ampla da família, propõe-se como ajuda eficaz para conter os efeitos devastantes desta crise de nossa época” (Carta Apostólica Rosarium Virginis Mariae, João Paulo II).

O Mundo usa armas poderosas para difundir suas metas, e Deus usa armas simples, como o “terço”, para vencer o reino do anticristo. Não dá para acreditar mas é real, Nossa Senhora nos garante que, só rezando o terço todos os dias, poderia acabar com a guerra e evitar uma outra pior.

“Rezar o terço diariamente é caminhar sempre em sentido a nossa salvação, e pela salvação de muitos outros. “Ser devoto da Virgem Maria Santíssima, é uma arma de Salvação”.

Hoje “Terço da Família”
Horário: 18:00 horas
Residência: Dona Francisca, viúva de Raimundo dos Pneus
Local:
Bairro:
Responsável: Pastoral Familiar Apodi
Cidade: Apodi – RN

EVANGELHO DO DIA (Mateus 8, 18-22)

Segunda-Feira, 29 de Junho de 2009
13a Semana Comum


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 18vendo uma multidão ao seu redor, Jesus mandou passar para a outra margem do lago. 19Então um mestre da Lei aproximou-se e disse: “Mestre, eu te seguirei aonde quer que tu vás”.
20Jesus lhe respondeu: “As raposas têm suas tocas e as aves dos céus têm seus ninhos; mas o Filho do Homem não tem onde reclinar a cabeça”. 21Um outro dos discípulos disse a Jesus: “Senhor, permite-me que primeiro eu vá sepultar meu pai”. 22Mas Jesus lhe respondeu: “Segue-me, e deixa que os mortos sepultem os seus mortos”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

domingo, 28 de junho de 2009

MISSA DO DOMINGO

Hoje domingo 28/06/09, logo mais às 8:00 da manhã Santa Missa na Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição e São João Batista.

Animação: GRUJAP. Celebrante: Pe. Theodoro Snijders.

Logo mais às 19:00 horas da noite Santa Missa na Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição e São João Batista.

Animação: GRANSDAC. Celebrante: Pe. Theodoro Snijders.

EVANGELHO DO DIA (Mateus 16, 13-19)

Domingo, 28 de Junho de 2009
SOLENIDADE DE SÃO PEDRO E SÃO PAULO


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo,
13Jesus foi à região de Cesareia de Filipe e ali perguntou aos seus discípulos: “Quem dizem os homens ser o Filho do Homem?”
14Eles responderam: “Alguns dizem que é João Batista; outros que é Elias; outros ainda, que é Jeremias ou algum dos profetas”.
15Então Jesus lhes perguntou: “E vós, quem dizeis que eu sou?”
16Simão Pedro respondeu: “Tu és o Messias, o Filho do Deus vivo”.
17Respondendo, Jesus lhe disse: “Feliz és tu, Simão, filho de Jonas, porque não foi um ser humano que te revelou isso, mas o meu Pai que está no céu. 18Por isso eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra construirei a minha Igreja, e o poder do inferno nunca poderá vencê-la.
19Eu te darei as chaves do Reino dos Céus: tudo o que tu ligares na terra será ligado nos céus; tudo o que tu desligares na terra será desligado nos céus”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

sábado, 27 de junho de 2009

TERÇO DOS HOMENS MÃE RAINHA APODI

Terço dos Homens Mãe Rainha, Zonal do Médio Oeste I em Apodi – RN


CONVITE!

A Coordenação Paroquial do Terço dos Homens Mãe Rainha, na Paróquia de São João Batista e Nossa Senhora da Conceição de Apodi, tem a honra de convidar, você homem católico, para participar do II Encontro de Formação Espiritual que acontecerá na Igreja Matriz. Situada no centro da cidade de Apodi – RN. No dia 28 de junho de 2009, com a seguinte programação:

Às 08h – Santa Missa na Igreja Matriz;
Às 09h – Lanche no Salão Paroquial;
Às 10h – Palestra com Pe. João
Às 11h – Avisos
Às 12h – Encerramento

Jorge Câmara
Coordenador do Terço dos Homens em Apodi

ARRAIÁ DO ECC APODI


A Equipe de Dirigentes do Encontro de Casais com Cristo - ECC da Paróquia de N. Sra. da Conceição e São João Batista realizará hoje o seu tradicional Arraial deste ano na Associação Atlética Banco do Brasil – AABB, às 20:00hs.



Grande número de casais e convidados devem comparecer a ser importante evento que vem sendo comemorado anualmente.

ORAÇÃO CARISMÁTICA E LOUVORZÃO

Todos os sábados a partir das 19:00 horas têm “Oração Carismática e Louvorzão” na Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição e São João Batista.

MISSA SÁBADO

Hoje sábado 27/06/09, logo mais às 8:00 da manhã Santa Missa na Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição e São João Batista.

Animação: Infância Missionária. Celebrante: Pe. Theodoro Snijders.

EVANGELHO DO DIA (Mateus 8, 5-17)

Sábado, 27 de Junho de 2009
12a Semana Comum


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 5quando Jesus entrou em Cafarnaum, um oficial romano aproximou-se dele, suplicando: 6“Senhor, o meu empregado está de cama, lá em casa, sofrendo terrivelmente com uma paralisia”.
7Jesus respondeu: “Vou curá-lo”. 8O oficial disse: “Senhor, eu não sou digno de que entres em minha casa. Dize uma só palavra e o meu empregado ficará curado. 9Pois eu também sou subordinado e tenho soldados sob minhas ordens. E digo a um: ‘Vai!’, e ele vai; e a outro: ‘Vem!’, e ele vem; e digo a meu escravo: ‘Faze isto!’, e ele faz”.
10Quando ouviu isso, Jesus ficou admirado, e disse aos que o seguiam: “Em verdade, vos digo: nunca encontrei em Israel alguém que tivesse tanta fé. 11Eu vos digo: muitos virão do Oriente e do Ocidente, se sentarão à mesa no Reino dos Céus, junto com Abraão, Isaac e Jacó, 12enquanto os herdeiros do Reino serão jogados para fora, nas trevas, onde haverá choro e ranger de dentes”.
13Então, Jesus disse ao oficial: “Vai! E seja feito como tu creste”. E, naquela mesma hora, o empregado ficou curado. 14Entrando Jesus na casa de Pedro, viu a sogra dele deitada e com febre. 15Tocou-lhe a mão, e a febre a deixou. Ela se levantou, e pôs-se a servi-lo. 16Quando caiu a tarde, levaram a Jesus muitas pessoas possuídas pelo demônio. Ele expulsou os espíritos, com sua palavra, e curou todos os doentes, 17para que se cumprisse o que foi dito pelo profeta Isaías: “Ele tomou as nossas dores e carregou as nossas enfermidades”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

sexta-feira, 26 de junho de 2009

TERÇO DOS HOMENS MÃE RAINHA


Logo mais às 18:00 horas, na Igreja Matriz tem o Terço dos Homens Mãe Rainha, vamos fazer uma corrente de oração maior ainda do que sexta-feira passada.

Você é nosso convidado todo especial. Venha e chame mais um irmão para juntos rezarmos por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Rezando busco seguir os passos de Jesus!

PASTORAL DA PESSOA IDOSA CELEBRA HOJE


Convidamos toda comunidade cristã e agentes pastorais, para participar de uma Celebração, que acontece hoje na residência de Dona Nenzinha, às 19:00 horas, na Rua Sebastião Sizenando, em frente a Praça Júlio Marinho. Bairro Centro. Responsável setor Centro. Sua presença é muito importante.

Será um grande momento de Louvor e de Adoração ao nosso Deus. Celebrante: Pastoral da Pessoa Idosa Apodi – RN. Sintam-se todos convidados a participarem!

Pastoral da Pessoa Idosa:
Uma nova esperança caminhando com você!


JESUS ESPERA POR VOCÊ!!!

EVANGELHO DO DIA (Mateus 8, 1-4)

Sexta-Feira, 26 de Junho de 2009
Mistério da Santa Cruz


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

1Tendo Jesus descido do monte, numerosas multidões o seguiam. 2Eis que um leproso se aproximou e se ajoelhou diante dele, dizendo: “Senhor, se queres, tu tens o poder de me purificar”. 3Jesus estendeu a mão, tocou nele e disse: “Eu quero, fica limpo”. No mesmo instante, o homem ficou curado da lepra.
4Então Jesus lhe disse: “Olha, não digas nada a ninguém, mas vai mostrar-te ao sacerdote, e faze a oferta que Moisés ordenou, para servir de testemunho para eles”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

ÓBOLO DE SÃO PEDRO TORNA CARIDADE DO PAPA POSSÍVEL


A coleta se realizará no próximo domingo, às vésperas de São Pedro e São Paulo

CIDADE DO VATICANO, quinta-feira, 25 de junho de 2009 (ZENIT.org).- Em boa parte das paróquias do mundo, na missa deste domingo, acontecerá a coleta do Óbolo de São Pedro, por ocasião do dia 29 de junho, solenidade dos santos Pedro e Paulo, Dia da Caridade do Papa.

O dinheiro recolhido não é destinado aos gastos da Santa Sé, já que para isso existem outras coletas ou entradas; este valor é dedicado às obras de ajuda a favor dos mais pobres.

O Óbolo de São Pedro compreende também as contribuições procedentes dos institutos de vida consagrada, sociedades de vida apostólica e fundações, assim como de doações de fiéis particulares.

Segundo os últimos dados disponíveis que Zenit pôde ver, o Óbolo de São Pedro recolheu em 2007 quase 80 milhões de dólares, enquanto no ano anterior havia sido cerca de 100 milhões. Nos próximos dias, serão divulgados os dados relativos a 2008.

A generosidade dos católicos dos Estados Unidos, segundo o informe, representa 28,29% deste valor, em particular com 18.725.327 dólares. Depois vem a Itália, que contribuiu com 13,04% (8.632.171), Alemanha com 6,08% (4.026.308 dólares), Espanha com 4,10% (2.715.524 dólares), França com 3,68% (2.436.935 dólares), Irlanda com 3,33% (2.205.917 dólares), Brasil com 2,18% (1.441.987 dólares), República da Coreia com 1,60% (1.055.701 dólares).

No último ano, segundo constatou Zenit, estas ajudas foram destinadas a paliar a situação de populações atingidas por catástrofes naturais (terremotos, inundações) ou pela violência (como o caso da doação que o Papa deu a Gaza após a guerra de janeiro), através do Conselho Pontifício Cor Unum.

O Óbolo de São Pedro permitiu, além disso, ajudar a Cidade dos Meninos “Nazaré” da Ruanda (Nazareth Boys Town, de Mbare), que acolhe órfãos, com frequência vítimas do genocídio e da guerra civil.

Da mesma forma, o Óbolo permitiu destinar ajudas através da Fundação Populorum Progressio, para os camponeses e indígenas da América Latina, e através da Fundação João Paulo II para o Sahel, que apoia projetos de desenvolvimento na África Subsaariana, especialmente onde se dá o risco da desertização.

Mais informação e doações em:

http://www.vatican.va/roman_curia/secretariat_state/obolo_spietro/documents/index_po.htm

Fonte: Zenit.org

quinta-feira, 25 de junho de 2009

PASTORAL DA PESSOA IDOSA CELEBRA HOJE


Convidamos toda comunidade cristã e agentes pastorais, para participar de uma Celebração, que acontece hoje na residência de Socorro, às 19:00 horas, na Rua Adrião Bezerra, em frente ao estádio de futebol. Bairro Lagoa Seca. Responsável setor Lagoa Seca. Sua presença é muito importante.

Hoje é o aniversário de Cortezinho (filho de Cortez) e Maria Clara (filha de Moésio).

Será um grande momento de Louvor e de Adoração ao nosso Deus. Celebrante: Pastoral da Pessoa Idosa Apodi – RN. Sintam-se todos convidados a participarem!

Pastoral da Pessoa Idosa:
Uma nova esperança caminhando com você!


JESUS ESPERA POR VOCÊ!!!

PROCISSÃO SÃO JOÃO BATISTA 24 DE JUNHO 2009 EM APODI



Ontem comemoramos o dia de São João Batista, padroeiro do nosso município. Durante dez dias, fiéis de todas as partes vieram interceder ao senhor "João Batista". Ontem à tarde saímos às ruas da cidade em procissão, onde a imagem do padroeiro visitou alguns bairros abençoando toda população. A benção final deu-se no adro da paróquia com a reunião de toda sociedade apodiense e da região. Viva São João Batista!

O PORQUÊ DE SOMENTE HOMENS


Trata-se de um fator psicológico

Todos nós, homens e mulheres nascemos com determinadas forças psíquicas que no nosso crescer terão um papel importante no futuro. Todavia este crescimento está condicionado à diferenças de mentalidade e do próprio meio ambiente onde ele se desenvolva. Estes fatores terão amanhã, grande importância na nossa maneira de ser e no nosso agir e irradiar. Sabemos bem como as mentalidades masculina e feminina são distintas e como reagem de modos diferentes perante os mesmos acontecimentos. Há que ter em conta tudo isto para que depois se saiba aproveitar e tirar o melhor rendimento de tão preciosas energias.

Caracteriza o homem, possuir uma acentuada inclinação para o mando, para autonomia e para a aventura. São qualidades a considerar, pois podem ter grande influência no subconsciente, caso não estejam adormecidas. Sutilmente há que aproveitá-las, escolhendo ambientes favoráveis, onde elas despertem e se reanimem. Então sim, elas despontarão com nova vida, ajudando o homem abatido e desanimado, a vencer barreiras e a entregar-se com entusiasmo na conquista de um ideal.

Dentro de casa, nem sempre se encontra esse clima. Com raras exceções, quem manda é a mulher embora o marido seja o chefe da família. Na Igreja a coisa é semelhante. Predomina a mentalidade feminina. Em quanto isso, o homem é tentado a procurar outros vínculos e outros lugares. E neste impasse, vão surgindo brigas e incompreensões. Ás vezes eles até querem, mas não conseguem. Sentem-se distantes. As suas forças anímicas estão desligadas, talvez porque ainda não tenham encontrado o verdadeiro ambiente onde possam mostrar o que valem e podem. Resumidamente, eis o porquê, do Terço só para Homens.

O YOGA NA FILOSOFIA E NA PRÁTICA É INCOMPATÍVEL COM O CRISTIANISMO

O texto é bem longo, mas vale a pena ler até o final para conhecer um pouco mais das artimanhas do inimigo... um abraço e boa tarde!!

Janio Duarte

******


O Yoga na filosofia e na prática é incompatível com o cristianismo


Pe. James Manjackal MSFS
Como cristão católico, nascido no seio de uma família católica tradicional, em Kerala, na Índia, mas tendo vivido entre hindus, e agora, como religioso, sacerdote católico e pregador carismático em 60 países dos cinco continentes, creio que tenho algo a dizer sobre os efeitos perniciosos que o yoga tem na vida e na espiritualidade cristã.

Sei que há um interesse crescente pelo yoga em todo o mundo, inclusive entre os cristãos e que também esse interesse se estende a outras práticas esotéricas e da New Age, como o Reiki, a reencarnação, a acupressão, a acupunctura, a sanação prânica ou pranoterapia, a reflexiologia, etc., métodos sobre os quais o Vaticano previu e avisou no seu documento Jesus Cristo, portador da água da vida.

Para alguns o yoga é um meio de relaxamento e de alívio da tensão, para outros é um exercício que promove a saúde e o bem-estar em forma e, para uma minoria, é um meio para a cura de doenças. Na mente do católico médio, seja leigo ou do clero, há muita confusão pois o yoga, segundo é promovido entre os católicos, não é exclusivamente nem uma disciplina relacionada com a saúde nem uma disciplina espiritual, mas umas vezes é uma coisa, outras vezes é a outra e, frequentemente, uma mistura das duas.

Mas o facto é que o yoga é principalmente uma disciplina espiritual e sei que, inclusive, há sacerdotes e irmãs, em seminários e noviciados, que aconselham o yoga como uma ajuda para a meditação e para a oração. É triste que hoje em dia, muitos católicos estejam a perder a confiança nas grandes práticas espirituais e místicas para a oração e disciplina que receberam de grandes santos como Inácio de Loyola, Francisco de Assis, Francisco de Sales, Santa Teresa de Ávila, etc. e, agora, sigam espiritualidades e místicas orientais que provêm do Hinduísmo e do Budismo.

A este respeito, um cristão sincero deveria informar-se sobre a compatibiliade do yoga com a espiritualidade cristã e sobre a conveniência de incorporar as suas técnicas na oração e na meditação cristãs.

Yoga: união com uma divindade impessoalQue é o yoga? A palavra yoga significa “união”, o objecto do yoga é unir o “eu” transitório (temporal), “JIVA”, com o (eu eterno) infinito “BRAHMAN”, o conceito hindu de Deus. Este Deus não é um Deus pessoal, mas uma substância impessoal espiritual que é um com a natureza e o cosmos.

Brahman é uma substância impessoal e divina que “impregna, envolve e subjaz em tudo” O yoga tem as suas raízes nos Upanishads hindus que são anteriores ao ano 1000 aC., e diz sobre o yoga que “une a luz dentro de ti com a luz de Brahman”.“O absoluto está em cada um”, dizem os Upanishads Chandogya, “TAT TUAM ASI” ou “ISSO ÉS TU”. O Divino dentro de cada um através do SEU representante microcósmico –o eu individual– chamado Jiva.

No Bhagavad Gita, o senhor Krishna descreve o Jiva como “a minha própria parte eterna”, e afirma que “a alegria do yoga chega ao yogui que é um com Brahman”.

No ano 150 aC., o yogui Patanjali explicou as oito vias que guiam as práticas do yoga desde a ignorância à iluminação. As oito vias são como uma escada.

Eis:
- Autocontrole (yama)
- Prática religiosa (niyama)
- Posturas (asana)
- Exercícios de respiração (pranayama)
- Controle dos sentidos (pratyahara)
- Concentração (dharana)
- Contemplação profunda (dhyana)
- Iluminação (samadhi).

Aqui é interessante observar que as posturas e os exercícios de respiração, que frequentemente são considerados no Ocidente como todo o yoga, são os passos 3 e 4 para a união com Brahman.

O yoga não é só um sistema elaborado de posturas e de exercícios físicos, é uma disciplina espiritual que se propõe levar a alma ao samadhi, à união total com o ser divino. O samadhi é o estado em que o natural e o divino se convertem em um, o homem e Deus chegam a ser um sem nenhuma diferença (cf. Brad Scott, Exercício ou prática religiosa? Yoga: o que o professor nunca lhe ensinou numa aula de Hatha yoga, in Watchman Expositor, Vol. 18, No. 2, 2001).

Quando te citam a Bíblia em chave panteísta

Este enfoque do yoga é radicalmente contrário ao Cristianismo, onde claramente há uma distinção entre Criador e criatura, entre Deus e homem. No Cristianismo, Deus é o “Outro” e nunca “o mesmo”.

É triste que alguns promotores do yoga, Reiki ou de outras disciplinas ou meditações distorçam algumas citações da Bíblia ao citá-las isoladas para corroborar os seus argumentos tais como: “sois templo de Deus”, “a água viva flui em ti”, “estareis em Mim e Eu estarei em vós”, “já não sou eu que vivo, é Cristo que vive em mim”, etc., sem entender o contexto nem o significado destas palavras da Bíblia.

Há gente que retrata Jesus, inclusive, como um yogui, como actualmente podemos ver em imagens de Jesus em conventos, capelas e presbitérios –Jesus está representado em posturas de yogui!.

Dizer que Jesus é “um yogui” é negar a sua divindade, santidade e perfeição intrínseca e insinua que Ele tinha uma natureza imperfeita sujeita à ignorância e à ilusão (maya), e que necessitou de ser libertado da sua condição humana mediante a prática e a disciplina do yoga.

O yoga é incompatível com a espiritualidade cristã porque é panteísta (ao dizer “Deus é tudo e tudo é Deus”), e sustenta que existe uma realidade única e tudo o resto é ilusão ou maya. Se só existe uma realidade e tudo o mais é ilusório, não pode haver nenhuma relação nem amor.

O centro da fé cristã é a fé na Santíssima Trindade: Pai, Filho e Espírito Santo, três pessoas em um só Deus, o modelo perfeito de relação amorosa.

Todo o Cristianismo é sobre relações com Deus e entre os homens. “Amarás ao Senhor, teu Deus, com todo o teu coração com toda a tua alma e com toda a tua mente. Este é o principal e o primeiro mandamento. O segundo é este: Amarás ao próximo como a ti mesmo” (Mt 22, 37-39).

No Hinduísmo, o bem e o mal, tal como a dor e o prazer são ilusórios (maya) e, portanto, irreais. Vivekananda, o ícone mais respeitado do Hinduísmo moderno, dizia: “o bem e o mal são um e o mesmo” (Vivekananda, The Yogas and other Works, publicado por Ramakrishna Vivekananda Centre, NY, 1953).

No Cristianismo, a questão controvertida do pecado como uma ofensa contra a santidade de Deus é inseparável para a nossa fé, porque o pecado é a razão pela qual necessitamos de um Salvador. A Encarnação, a Vida, a Paixão, a Morte e a Ressurreição de Jesus são para nós meios de salvação, isto é, meios para nos livrarmos do pecado e das suas consequências. Não podemos ignorar esta diferença fundamental na hora de absorver na Espiritualidade Cristã o yoga e outras técnicas de meditação orientais.

No melhor dos casos o yoga é uma prática pagã e, no pior, uma prática oculta. Esta é a religião do anti-Cristo (o homem que se faz Deus) e pela primeira vez na história está a ser praticada freneticamente no mundo ocidental e na América.

É ridículo que mestres de yoga tragam, inclusive, uma cruz ou algum símbolo cristão, enganem a gente, dizendo que o yoga não tem nada a ver com o Hinduísmo e dizem que é só uma questão de aceitar outras culturas. Outros tentaram mascarar o yoga com apelativos cristãos, denominando-o “yoga cristão”.

Esta não é uma questão de aceitar a cultura de outro povo, é uma questão de aceitar outra religião que é irrelevante para a nossa religião e de aceitar outros conceitos religiosos.

Espalhado no Ocidente

É uma pena que o yoga se tenha espalhado tão freneticamente a partir dos Jardins de Infância até todo o tipo de instituições de medicina, psicologia, etc., chamando-se a si mesmo ciência, quando não o é em absoluto; e está a vender-se sob a etiqueta de “terapia de relaxamento”, “auto-hipnose”, “visualização criativa”, “centering”, etc.

O Hata Yoga, que está amplamente difundido na Europa e na América como método de relaxamento e como exercício não esgotante, é um dos seis sistemas reconhecidos do Hinduísmo ortodoxo, que na sua origem é religioso e místico, e é a forma mais perigosa de yoga (cf. Dave Hunt, The seduction of Christianity, pág. 110).

Recorde-se as palavras de S. Paulo: “Não vos maravilheis, pois também Satanás se disfarça de anjo da luz” (II Cor 11, 14). É certo que muita gente se curou por meio do yoga e de outras formas orientais de meditação e oração. Aqui é onde os cristãos deveriam perguntar-se a si mesmos se necessitam de uma sanação e de benefícios materiais ou do seu Deus, Jesus Cristo no qual crêem, e o Qual é a fonte de todas as sanações e da boa saúde.

O desejo de chegar a ser Deus é o primeiro e o segundo pecado na história da criação, segundo está registado cronologicamente na Bíblia: “Dizias em teu coração: Escalarei o céu, levantarei o meu trono acima das estrelas de Deus; sentar-me-ei no monte da assembleia, no último do norte. Subirei às alturas das nuvens, serei igual ao Altíssimo” (Is 14, 13-14). A serpente disse à mulher: “Não, não morrereis! Bem pelo contrário, Deus sabe que no momento em que comerdes se abrirão os vossos olhos e sereis como deuses conhecedores do bem e do mal” (Gén 3, 4-5).

A filosofia e a prática do yoga estão baseadas na crença de que o homem e Deus são um. Ensina-se a pôr a ênfase em si mesmo, em lugar de [a colocar] no Único e verdadeiro Deus. Anima-se os que participam a buscar as respostas para os problemas e questões da vida na sua mente e na sua consciência, em vez de buscar soluções na Palavra de Deus através do Espírito Santo, como acontece no Cristianismo. Deixa-se a pessoa, sem lugar para dúvidas, exposta ao engano do inimigo de Deus que busca vítimas a quem possa arrancar de Deus e da Igreja (cf. I Pe 5, 8).

Da mística oriental à Europa envergonhada de si mesma

Nos últimos oito anos, preguei a Palavra de Deus principalmente nos países europeus que em tempos foram o berço do cristianismo e donde saíram evangelizadores e missionários, mártires e santos.

Podemos chamar a Europa de cristã, agora? Não é certo que a Europa tem apagado da sua vida todos os valores e conceitos cristãos? Porque se envergonha a Europa de reconhecer as suas raízes cristãs? Onde estão os valores morais e a ética que desde há séculos se praticavam na Europa e que foram levados a outras civilizações e culturas através da proclamação valente do Evangelho de Cristo? Pelos seus frutos conhecereis a árvore!

Eu creio que estas dúvidas e confusões, a apostasia e a infidelidade, a frieza religiosa e a indiferença chegaram à Europa a partir do momento em que foram introduzidos no Ocidente a mística e as meditações orientais, as práticas esotéricas e as da New Age.

Do yoga ao demoníaco

Nos meus retiros carismáticos, a maioria dos participantes vêm com diferentes problemas morais, espirituais, físicos ou psíquicos para serem libertados e sanados e para receberem uma vida nova mediante a força do Espírito Santo.

Com toda a sinceridade do meu coração, posso dizer que entre 80 a 90% dos participantes estiveram no yoga, no Reiki, na reencarnação, etc., que são práticas religiosas orientais. Ali perderam a fé em Jesus Cristo e na Igreja. Na Croácia, Bósnia, Alemanha, Áustria e Itália tive casos claros em que os indivíduos possuídos pelo poder da obscuridade gritavam “Eu sou Reiki”, “Eu sou o sr. Yoga”. Eles mesmos se identificavam com estes conceitos como se fossem pessoas, enquanto eu dirigia uma oração de sanação por eles. Posteriormente, tive que fazer uma oração de libertação sobre eles para os libertar da possessão do maligno.

Há pessoas que dizem: “não há nada de mal na prática destes exercícios, basta em não crer na filosofia que há por detrás”. No entanto, os promotores do yoga, Reiki, etc., afirmam claramente que a filosofia e a prática são inseparáveis.

Por isso, um cristão não pode em nenhum caso aceitar a filosofia e a prática do yoga, já que o Cristianismo e o yoga são dois pontos de vista que se excluem mutuamente. O Cristianismo vê o pecado como o principal problema do homem, considera-o como um fracasso na hora de se ajustar tanto aos critérios como ao carácter de um Deus moralmente perfeito. O homem está distanciado de Deus e necessita da reconciliação.

A solução é Jesus Cristo, “o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo”. Pela morte de Jesus na cruz, Deus reconciliou consigo o mundo. Agora chama os homens a receber em liberdade todos os frutos da sua salvação só através da fé em Cristo.

Ao contrário do yoga, o Cristianismo vê a redenção como uma oferta gratuita que só pode ser recebida e nunca ganha ou alcançada através do próprio esforço ou com obras.

O que é necessário hoje na Europa e em muitos sítios é a proclamação enérgica da mensagem de Cristo que vem da Bíblia e que é interpretada pela Igreja, para evitar dúvidas e confusões que se difundem no Ocidente entre muitos cristãos, e levá-los ao Caminho, Verdade e Vida: Jesus Cristo.

Só a verdade pode tornar-nos livres.

CONVITE!

QUER SER CULTO? SIGA A PROPOSTA DE BENTO XVI: “REZE, TRABALHE... E LEIA”

Uma ótima tarde!

Janio Duarte

*****


CIDADE DO VATICANO, domingo, 31 de maio de 2009 (ZENIT.org).- Bento XVI apresentou em um lema a chave para voltar a humanizar a sociedade e a cultura: “Ora et labora et lege”: “Reze, trabalhe e leia”, constata o porta-voz da Santa Sé.

O Pe. Federico Lombardi S.I., diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, pede que não se descuide da “perene atualidade” da mensagem de São Bento de Nursia, que propôs o Santo Padre ao visitar em 24 de maio a abadia de Monte Cassino, fundada pelo patriarca do monaquismo ocidental.

Em sua edição do último número de Octava Dies, jornal do Centro Televisivo Vaticano, o Pe. Lombardi aprofunda nos elementos do slogan: antes de tudo a oração, que faz presente “a primazia de Deus e de Jesus Cristo na vida pessoal e comunitária. Depois o trabalho: o cansaço cotidiano que deve humanizar e espiritualizar, descobrindo e respeitando o valor e a ordem da criação. Por último, a leitura, ou seja, a cultura e a educação”.

“Para dizer a verdade, todos nos lembramos desde sempre do ‘ora et labora’, mas nem todos tínhamos presente o terceiro elemento: ‘et lege’, ou seja, ‘leia, estude’. Não é casualidade que seja precisamente o Papa Bento quem nos tenha assinalado isso, um Papa em quem a síntese entre oração, serviço e cultura se apresenta não só como mensagem, mas antes ainda como testemunho pessoal”, afirma o porta-voz.

O Pe. Lombardi cita o “grande discurso” ao mundo da cultura de Paris, quando o Papa mostrou como a “busca de Deus foi a força originária do crescimento da cultura europeia em suas diferentes dimensões”.

“Em Monte Cassino retomou o discurso e, falando do arquivo e da biblioteca da abadia de São Bento, disse que ‘recolhem inumeráveis testemunhos do compromisso de homens e mulheres que meditaram e trataram de melhorar a vida espiritual e material do homem’. Também por este motivo, após 1.500 anos e quatro destruições de Monte Cassino continua tendo algo muito importante a nos dizer”.

“Leia, estude”, conclui o porta-voz. “Não basta navegar e fazer o zapping, ou copiar e colar sem cessar. Pois deste modo não ficará nada nem para você nem para os demais”.

Fonte: ZENIT.org

EVANGELHO DO DIA (Mateus 7, 21-29)

Quinta-Feira, 25 de Junho de 2009
12a Semana Comum


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 21“Nem todo aquele que me diz: ‘Senhor, Senhor’, entrará no Reino dos Céus, mas o que põe em prática a vontade de meu Pai que está nos céus. 22Naquele dia, muitos vão me dizer: ‘Senhor, Senhor, não foi em teu nome que profetizamos? Não foi em teu nome que expulsamos demônios? E não foi em teu nome que fizemos muitos milagres? 23Então eu lhes direi publicamente: Jamais vos conheci. Afastai-vos de mim, vós que praticais o mal.
24Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as põe em prática, é como um homem prudente, que construiu sua casa sobre a rocha. 25Caiu a chuva, vieram as enchentes, os ventos deram contra a casa, mas a casa não caiu, porque estava construída sobre a rocha. 26Por outro lado, quem ouve estas minhas palavras e não as põe em prática, é como um homem sem juízo, que construiu sua casa sobre a areia. 27Caiu a chuva, vieram as enchentes, os ventos sopraram e deram contra a casa, e a casa caiu, e sua ruína foi completa!”
28Quando Jesus acabou de dizer estas palavras, as multidões ficaram admiradas com seu ensinamento. 29De fato, ele as ensinava como quem tem autoridade e não como os mestres da lei.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

quarta-feira, 24 de junho de 2009

ENTREVISTA: SEMINARISTA FRANCISCO CORNÉLIO



Entrevista com o seminarista apodiense - Francisco Cornélio (direto de Roma)

1. Como está sendo a sua experiencia aí?

A experiência é muito enriquecedora, por isso digo que está sendo boa, muito positiva. Uma das coisas mais belas da experiência em Roma é sentir-se no coração da Igreja, sentir de perto a comunhão universal da Igreja Católica, sentir-se membro do Corpo de Cristo. Além disso, destaco a experiência do seminário em si que também é muito boa, sobretudo pela convivência com pessoas de todas as partes do mundo.

2.Quais os principais desafios?

A vida em si já é um desafio, de modo que independente do lugar onde estejamos, enfrentaremos desafios. É claro que a distância da família, das pessoas queridas aumentam os desafios . O primeiro desafio aqui foi a saudade. Saudades da família, dos amigos e da experiência particular de Igreja de nossa região. A questão da língua também é um desafio grande. Mas esses desafios têm me ajudado muito a crescer.

3.Qual a mensagem que você mandaria para aqueles jovens que pensam em seguir o sacerdócio?

A mensagem que deixo é que vale a pena seguir Jesus e viver somente pra Ele. A vida só tem sentido quando encontramos uma causa pra ela, e não existe causa maior que entregar-se a Deus completamente a ponto de dizer como São Paulo: “Já não sou eu que vivo, é Cristo que vive em mim” (Gal 2,20). Acho que sem essa premissa paulina o entregar-se a Deus não será pleno.

Fonte: Diocese de Mossoró

EVANGELHO DO DIA (Lucas 1, 57-66.80)

Quarta-Feira, 24 de Junho de 2009
Natividade de São João Batista


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

57Completou-se o tempo da gravidez de Isabel, e ela deu à luz um filho. 58Os vizinhos e parentes ouviram dizer como o Senhor tinha sido misericordioso para com Isabel, e alegraram-se com ela. 59No oitavo dia, foram circuncidar o menino, e queriam dar-lhe o nome de seu pai, Zacarias. 60A mãe, porém disse: “Não! Ele vai chamar-se João”.
61Os outros disseram: “Não existe nenhum parente teu com esse nome!” 62Então fizeram sinais ao pai, perguntando como ele queria que o menino se chamasse. 63Zacarias pediu uma tabuinha, e escreveu: “João é o seu nome”. E todos ficaram admirados. 64No mesmo instante, a boca de Zacarias se abriu, sua língua se soltou, e ele começou a louvar a Deus. 65Todos os vizinhos ficaram com medo, e a notícia espalhou-se por toda a região montanhosa da Judeia. 66E todos os que ouviam a notícia ficavam pensando: “O que virá a ser este menino?” De fato, a mão do Senhor estava com ele. 80E o menino crescia e se fortalecia em espírito. Ele vivia nos lugares desertos, até o dia em que se apresentou publicamente a Israel.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

APODI FESTA SÃO JOÃO BATISTA 21 DE JUNHO 2009

Dica: Aperte "play" e depois logo em seguida aperte em "pause". Espere a barra vermelha carregar totalmente e depois dê o play novamente. Com isso você assistirá todo o vídeo sem interrupções!!!

APODI FESTA SÃO JOÃO BATISTA 20 DE JUNHO 2009 PARTE II

Dica: Aperte "play" e depois logo em seguida aperte em "pause". Espere a barra vermelha carregar totalmente e depois dê o play novamente. Com isso você assistirá todo o vídeo sem interrupções!!!

APODI FESTA SÃO JOÃO BATISTA 20 DE JUNHO 2009

Dica: Aperte "play" e depois logo em seguida aperte em "pause". Espere a barra vermelha carregar totalmente e depois dê o play novamente. Com isso você assistirá todo o vídeo sem interrupções!!!

<

EVANGELHO DO DIA (Lucas 1, 57-66.80)

Quarta-Feira, 24 de Junho de 2009
Natividade de São João Batista


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

57Completou-se o tempo da gravidez de Isabel, e ela deu à luz um filho. 58Os vizinhos e parentes ouviram dizer como o Senhor tinha sido misericordioso para com Isabel, e alegraram-se com ela. 59No oitavo dia, foram circuncidar o menino, e queriam dar-lhe o nome de seu pai, Zacarias. 60A mãe, porém disse: “Não! Ele vai chamar-se João”.
61Os outros disseram: “Não existe nenhum parente teu com esse nome!” 62Então fizeram sinais ao pai, perguntando como ele queria que o menino se chamasse. 63Zacarias pediu uma tabuinha, e escreveu: “João é o seu nome”. E todos ficaram admirados. 64No mesmo instante, a boca de Zacarias se abriu, sua língua se soltou, e ele começou a louvar a Deus. 65Todos os vizinhos ficaram com medo, e a notícia espalhou-se por toda a região montanhosa da Judeia. 66E todos os que ouviam a notícia ficavam pensando: “O que virá a ser este menino?” De fato, a mão do Senhor estava com ele. 80E o menino crescia e se fortalecia em espírito. Ele vivia nos lugares desertos, até o dia em que se apresentou publicamente a Israel.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

terça-feira, 23 de junho de 2009

FESTA DE SÃO JOÃO BATISTA 2009


TEMA: JOÃO BATISTA: CATEQUESE/MISSÃO DE EVANGELIZAR
LEMA: ANO CATEQUÉTICO: Toda Igreja na Missão de Anunciar a Palavra de Deus


PROGRAMAÇÃO RELIGIOSA

23/06 – terça-feira
19:00hs – Missa e Novena
Animadores: Bico Torto
Pregador: Pe. Tarcísio Pereira de Paiva S.C.J.
“Elogios de Jesus a batista” (Mateus 11:7-15)

PROGRAMAÇÃO RELIGIOSA

24/06 – quarta-feira
08:00hs – Missa
Animadores: Grupo de Louvor
Pregador: Pe. José do Egito Freire S.C.J.
10:00hs – Missa Solene
Animadores: GRUJAIC
Pregador: Pe. Dom José Freire de O. Neto – Bispo Emérito de Mossoró
17:00hs – Procissão pelas ruas e avenidas da cidade
Animadores: JAC+GRASC
18:30hs – Continuação do Leilão

COMISSÃO RELIGIOSA:

Pe. Theodoro e Equipe de Liturgia

PORQUE VOCES REZAM O TERÇO?


Um amigo meu, evangélico sereno, que entre outras coisas admira os católicos pela firme defesa dos vínculos do matrimônio e do embrião humano, mesmo diante dos ataques diários que sofremos por essa postura na mídia, esses dias me questionava, dizendo não entender porque rezamos o terço, repetindo tantas vezes e sempre do mesmo jeito a saudação a Maria e à Trindade.

Não vê sentido na repetição da mesma oração tantas vezes e não vê sentido na reza do terço.

Expliquei-lhe que não somos a única religião que repete preces, contando-as em pedrinhas, botões de rosas, terços ou colares de 12, 33, 50 ou 200 contas. São pedagogias usadas pelos judeus, budistas, muçulmanos, católicos e outros grupos de fé, para meditarem melhor, enquanto oram. Um livro, um objeto nas mãos, ou vênias com o corpo, ou com a cabeça podem ajudar na concentração daquele que ora. Listei os vinte mistérios um depois do outro. São contemplações.

O Brasil, pelo que eu saiba, é o único país onde, nós, católicos chamamos o rosário de terço. Outros paises não usam a palavra terço. Até há pouco tempo o rosário se dividia em três contemplações cada uma de cinco mistérios. Dava quinze meditações sobre a vida de Cristo divididas em 3 grandes contemplações, como foram testemunhadas por Maria, ou sobre a própria Maria, em vista do seu Filho. O papa João Paulo II acrescentou mais uma contemplação de Cristo e suas luzes com mais cinco mistérios da luz. Assim, os católicos de agora são chamados a pensar em 20 episódios da vida de Jesus divididos em mistérios gozosos, luminosos, dolorosos e gloriosos.

Contemplamos as doçuras e as alegrias de sua infância, as luzes de sua doutrina e da sua presença, já adulto, no meio do povo; as dores da sua paixão e do seu martírio pela humanidade, naqueles dias de conflito, e finalmente a glória de sua ressurreição e das suas conseqüências.

Escolhemos meditar estes mistérios com a mãe dele, que cremos estar no céu a nos ouvir, porque sabemos que Maria viu tudo, riu, sofreu junto e esteve lá como mãe e primeira cristã. É um exercício de contemplação e de santa imaginação. É como se nós também estivéssemos lá com Maria. Então nós a saudamos dez vezes, a cada mistério, após repetir a oração ensinada apelo Filho dela, e antes de louvar o Deus Uno e Trino. Deveríamos talvez falar agora, em orar “uma quarta” (parte) do rosário e não mais “um terço”, já que o rosário agora tem quatro partes. A meu ver é uma excelente pedagogia e tornou-se oração comum em toda a Igreja. Faz um bem enorme às pessoas simples e aos católicos cultos, que entendem o valor dessa repetição. Outras religiões também o fazem do seu jeito.

Não é obrigatório, mas é um momento da fé. É dialogado. Nunca o ouvi gritado. É sereno. Não é momento mágico, nem se pode dizer que é sempre seguido de recompensas ou milagres. Costuma ser um momento forte de catequese. Mesmo que nada de especial aconteça ao fiel, o mero fato de meditar mais uma vez a vida de Cristo e de sua testemunha mais fiel, já é uma graça especial.

Acho que ele entendeu. Deu-me um toque nos ombros e disse. –É bem bíblico e, explicado desse jeito, faz sentido.

E faz!

Pe Zezinho, SCJ

EVANGELHO DO DIA (Mateus 7,6 12-14)

Terça-Feira, 23 de Junho de 2009
12a Semana Comum


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 6“Não deis aos cães as coisas santas, nem atireis vossas pérolas aos porcos; para que eles não as pisem com os pés e, voltando-se contra vós, vos despedacem.
12Tudo quanto quereis que os outros vos façam, fazei também a eles. Nisto consiste a Lei e os Profetas. 13Entrai pela porta estreita, porque larga é a porta e espaçoso é o caminho que leva à perdição, e muitos são os que entram por ele! 14Como é estreita a porta e apertado o caminho que leva à vida! E são poucos os que o encontram”!

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

EVANGELHO DO DIA (Mateus 7,6 12-14)

Terça-Feira, 23 de Junho de 2009
12a Semana Comum


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 6“Não deis aos cães as coisas santas, nem atireis vossas pérolas aos porcos; para que eles não as pisem com os pés e, voltando-se contra vós, vos despedacem.
12Tudo quanto quereis que os outros vos façam, fazei também a eles. Nisto consiste a Lei e os Profetas. 13Entrai pela porta estreita, porque larga é a porta e espaçoso é o caminho que leva à perdição, e muitos são os que entram por ele! 14Como é estreita a porta e apertado o caminho que leva à vida! E são poucos os que o encontram”!

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

segunda-feira, 22 de junho de 2009

FESTA DE SÃO JOÃO BATISTA 2009


TEMA: JOÃO BATISTA: CATEQUESE/MISSÃO DE EVANGELIZAR
LEMA: ANO CATEQUÉTICO: Toda Igreja na Missão de Anunciar a Palavra de Deus

PROGRAMAÇÃO RELIGIOSA

22/06 – segunda-feira
19:00hs – Missa e Novena
Animadores: JAC+GRASC
Pregador: Pe. José do Egito Freire S.C.J.
“Mensagem do Batista a Jesus” (Mateus 11:2-6)

PROGRAMAÇÃO CULTURAL

22/06 – segunda-feira
20:30hs – Arena Show – Quadrilhas de bairro/ruas/improvisadas e concursos. Comenta-se que o grupo Rancho Alegre se apresenta hoje é esperar para ver!

PROGRAMAÇÃO RELIGIOSA

23/06 – terça-feira
19:00hs – Missa e Novena
Animadores: Bico Torto
Pregador: Pe. Tarcísio Pereira de Paiva S.C.J.
“Elogios de Jesus a batista” (Mateus 11:7-15)

INDULGÊNCIAS ESPECIAIS DURANTE ANO SACERDOTAL

CIDADE DO VATICANO, terça-feira, 12 de maio de 2009 (ZENIT.org).- Os sacerdotes e fiéis que realizarem determinados exercícios de piedade durante o Ano Sacerdotal receberão a indulgência plenária.

Assim informa um decreto divulgado hoje pela Sala de Imprensa da Santa Sé, assinado pelo cardeal James Francis Stafford e pelo bispo Gianfranco Girotti, O.F.M., penitenciário maior e regente da Penitenciaria Apostólica, respectivamente.

A Igreja celebrará o Ano Sacerdotal do dia 19 de junho de 2009 até o mesmo dia do ano seguinte, por ocasião do 150º aniversário da morte de São João Maria V ianney, o Cura de Ars.

O Ano Sacerdotal começará no dia da solenidade do Sagrado Coração de Jesus, com a celebração, presidida pelo Papa, das Vésperas diante das relíquias de São João Maria Vianney, levadas a Roma pelo bispo de Belley-Ars.

Bento XVI concluirá o “sagrado período” um ano depois, na Praça de São Pedro, com sacerdotes do mundo inteiro, que “renovarão a fidelidade a Cristo e o vínculo de fraternidade”, segundo o texto.

O decreto explica detalhadamente as modalidades para a obtenção das indulgências.

Em primeiro lugar, poderão obter a indulgência plenária os sacerdotes que, “arrependidos de coração”, rezem qualquer dia as Laudes ou Vésperas diante do Santíssimo Sacramento exposto para a adoração pública ou no sacrário e, seguindo o exemplo de São João Maria Vianney, ofereçam-se para celebrar os sacramentos, sobretudo a Confissão, “com espírito generoso e disposto”.

O texto indica que os sacerdotes poderão beneficiar-se da indulgência plenária aplicável a outros sacerdotes defuntos como sufrágio, se, em conformidade com as disposições vigentes, se confessarem, comungarem e rezarem pelas intenções do Papa.

Também receberão indulgência parcial, sempre aplicável aos irmãos no sacerdócio defuntos, “cada vez que rezarem orações devidamente aprovadas para levar uma vida santa e cumprir os ofícios que lhes foram confiados”.

Por outro lado, todos os cristãos poderão beneficiar-se de indulgência plenária sempre que, “arrependidos de coração”, assistirem à Santa Missa e oferecerem pelos sacerdotes da Igreja orações a Jesus Cristo e qualquer boa obra.

Tudo isso complementado com o sacramento da confissão e a oração pelas intenções do Papa “nos dias em que se abra e se conclua o Ano Sacerdotal, no dia do 150º aniversário da morte de São João Maria Vianney, nas primeiras quintas-feiras de cada mês ou em qualquer outro dia estabelecido pelos Ordinários dos lugares para a utilidade dos fiéis”.

Os idosos, doentes e todos aqueles que, por motivos legítimos, não possam sair de casa, também poderão obter a indulgência plenária se, com ânimo afastado do pecado e o propósito de cumprir as três condições necessárias assim que lhes for possível, “nos dias indicados rezarem pela santificação dos sacerdotes e oferecerem a Deus, por meio de Maria, Rainha dos Apóstolos, suas doenças e sofrimentos”.

O decreto indica que se concederá a indulgência parcial a todos os fiéis cada vez que rezarem 5 Pai Nossos, Ave Marias e Glórias, e outra oração devidamente aprovada “em honra do Sagrado Coração de Jesus, para que os sacerdotes se conservem em pureza e santidade de vida”.

O texto indica que o Santo Cura de Ars “aqui na terra foi um maravilhoso modelo de verdadeiro pastor do rebanho de Cristo”.

Também destaca que as indulgências podem ajudar os sacerdotes, junto com a oração e as boas obras, a obter “a graça de resplandecer com a fé, a esperança, a caridade e as demais virtudes” e “mostrar com sua conduta de vida, também com seu aspecto exterior, que est&atild e;o plenamente dedicados ao bem espiritual das pessoas”.

Fonte: Zenit

EVANGELHO DO DIA (Mateus 7, 1-5)

Segunda-Feira, 22 de Junho de 2009
12a Semana Comum


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo disse Jesus aos seus discípulos: 1“Não julgueis e não sereis julgados. 2Pois, vós sereis julgados com o mesmo julgamento com que julgardes; e sereis medidos, com a mesma medida com que medirdes.
3Por que observas o cisco no olho do teu irmão, e não prestas atenção à trave que está no teu próprio olho? 4Ou, como podes dizer a teu irmão: ‘Deixa-me tirar o cisco do teu olho’, quando tu mesmo tens uma trave no teu? 5Hipócrita, tira primeiro a trave do teu próprio olho e então enxergarás bem para tirar o cisco do olho do teu irmão”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

domingo, 21 de junho de 2009

APODI FESTA SÃO JOÃO BATISTA 19 DE JUNHO 2009

Dica: Aperte "play" e depois logo em seguida aperte em "pause". Espere a barra vermelha carregar totalmente e depois dê o play novamente. Com isso você assistirá todo o vídeo sem interrupções!!!

APODI FESTA SÃO JOÃO BATISTA 18 DE JUNHO 2009

Dica: Aperte "play" e depois logo em seguida aperte em "pause". Espere a barra vermelha carregar totalmente e depois dê o play novamente. Com isso você assistirá todo o vídeo sem interrupções!!!

APODI FESTA SÃO JOÃO BATISTA 17 DE JUNHO 2009

Dica: Aperte "play" e depois logo em seguida aperte em "pause". Espere a barra vermelha carregar totalmente e depois dê o play novamente. Com isso você assistirá todo o vídeo sem interrupções!!!

PADRE FÁBIO DE MELO


Depois do padre Marcelo, padre Fábio de Melo é a bola da vez na música religiosa católica.
Ele tem show marcado para a cidade de Mossoró dia 24 de julho, às 20h, no estádio Nogueirão.

Serão comercializados ingressos com mesa e cadeiras no gramado, arquibancada e as cadeiras especiais cobertas. Realização Gondin & Garcia.

FESTA DE SÃO JOÃO BATISTA 2009


TEMA: JOÃO BATISTA: CATEQUESE/MISSÃO DE EVANGELIZAR
LEMA: ANO CATEQUÉTICO: Toda Igreja na Missão de Anunciar a Palavra de Deus

PROGRAMAÇÃO RELIGIOSA

21/06 – domingo
19:00hs – Missa e Novena
Animadores: GRANSDAC
Pregador: Pe. Theodoro S.C.J.
“O Testemunho Dele diante dos discípulos” (João 1:29-38)

PROGRAMAÇÃO CULTURAL

21/06 – Domingo
20:30hs – Arena Show – Quadrilhas convidadas (tradicionais e estilizadas). E na Praça de Alimentação – Forró do Bom com Gilvan & Banda Remelexo.

PROGRAMAÇÃO RELIGIOSA

22/06 – segunda-feira
19:00hs – Missa e Novena
Animadores: JAC+GRASC
Pregador: Pe. José do Egito Freire S.C.J.
“Mensagem do Batista a Jesus” (Mateus 11:2-6)

PROGRAMAÇÃO CULTURAL

22/06 – segunda-feira
20:30hs – Arena Show – Quadrilhas de bairro/ruas/improvisadas e concursos

EVANGELHO DO DIA (Marcos 4, 35-41)

Domingo, 21 de Junho de 2009
12º Domingo do Tempo Comum


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor.

35Naquele dia, ao cair da tarde, Jesus disse a seus discípulos: “Vamos para a outra margem!”
36Eles despediram a multidão e levaram Jesus consigo, assim como estava, na barca. Havia ainda outras barcas com ele.
37Começou a soprar uma ventania muito forte e as ondas se lançavam dentro da barca, de modo que a barca já começava a se encher.
38Jesus estava na parte de trás, dormindo sobre um travesseiro. Os discípulos o acordaram e disseram: “Mestre, estamos perecendo e tu não te importas?”
39Ele se levantou e ordenou ao vento e ao mar: “Silêncio! Cala-te!” O vento cessou e houve uma grande calmaria.
40Então Jesus perguntou aos discípulos: “Por que sois tão medrosos? Ainda não tendes fé?”
41Eles sentiram um grande medo e diziam uns aos outros: “Quem é este, a quem até o vento e o mar obedecem?”

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

sábado, 20 de junho de 2009

FESTA DE SÃO JOÃO BATISTA 2009


TEMA: JOÃO BATISTA: CATEQUESE/MISSÃO DE EVANGELIZAR
LEMA: ANO CATEQUÉTICO: Toda Igreja na Missão de Anunciar a Palavra de Deus


PROGRAMAÇÃO RELIGIOSA

20/06 – sábado
19:00hs – Novena e Missa
Animadores: Raios de Sol (Soledade)
Pregador: Pe. Theodoro
“O Testemunho de João” (João 1:19-28)

PROGRAMAÇÃO CULTURAL

20/06 – sábado
20:30hs – Arena Show – Final das Quadrilhas Estilizadas (várias cidades)

PROGRAMAÇÃO RELIGIOSA

21/06 – domingo
19:00hs – Novena e Missa
Animadores: GRANSDAC
Pregador: Pe. Theodoro S.C.J.
“O Testemunho Dele diante dos discípulos” (João 1:29-38)

PROGRAMAÇÃO CULTURAL

21/06 – Domingo
20:30hs – Arena Show – Quadrilhas convidadas (tradicionais e estilizadas). E na Praça de Alimentação – Forró do Bom com Gilvan & Banda Remelexo.

EVANGELHO DO DIA (Lucas 2, 41-51)

Sábado, 20 de Junho de 2009
Imaculado Coração da Virgem Maria


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

41Os pais de Jesus iam todos os anos a Jerusalém, para a festa da Páscoa. 42Quando ele completou doze anos, subiram para a festa, como de costume. 43Passados os dias da Páscoa, começaram a viagem de volta, mas o menino Jesus ficou em Jerusalém, sem que seus pais o notassem.
44Pensando que ele estivesse na caravana, caminharam um dia inteiro. Depois começaram a procurá-lo entre os parentes e conhecidos. 45Não o tendo encontrado, voltaram para Jerusalém à sua procura. 46Três dias depois, o encontraram no Templo. Estava sentado no meio dos mestres, escutando e fazendo perguntas.
47Todos os que ouviam o menino estavam maravilhados com sua inteligência e suas respostas. 48Ao vê-lo, seus pais ficaram muito admirados e sua mãe lhe disse: “Meu filho, por que agiste assim conosco? Olha que teu pai e eu estávamos, angustiados, à tua procura”. 49Jesus respondeu: “Por que me procuráveis? Não sabeis que devo estar na casa de meu Pai?” 50Eles, porém, não compreenderam as palavras que lhes dissera. 51Jesus desceu então com seus pais para Nazaré, e era-lhes obediente. Sua mãe, porém, conservava no coração todas estas coisas.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

sexta-feira, 19 de junho de 2009

FESTA DE SÃO JOÃO BATISTA 2009


TEMA: JOÃO BATISTA: CATEQUESE/MISSÃO DE EVANGELIZAR
LEMA: ANO CATEQUÉTICO: Toda Igreja na Missão de Anunciar a Palavra de Deus

PROGRAMAÇÃO RELIGIOSA

19/06 – sexta-feira
19:00hs – Novena e Missa
Animadores: E.C.C (1ª Sexta Feira
Pregador: Pe. Erivon (Itaú)
“Prisão de Batista e Batismo de Jesus” (Lucas 3:19-22)

PROGRAMAÇÃO CULTURAL

19/06 – sexta-feira
20:30hs – Apresentação na Arena Show – Concurso de Quadrilhas Estilizadas (várias cidades).

PROGRAMAÇÃO RELIGIOSA

20/06 – sábado
19:00hs – Novena e Missa
Animadores: Raios de Sol (Soledade)
Pregador: Pe. Theodoro
“O Testemunho de João” (João 1:19-28)

PROGRAMAÇÃO CULTURAL

20/06 – sábado
20:30hs – Arena Show – Final das Quadrilhas Estilizadas (várias cidades)

EVANGELHO DO DIA (João 19, 31-37)

Sexta-Feira, 19 de Junho de 2009
Sagrado Coração de Jesus


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

31Era o dia da preparação para a Páscoa. Os judeus queriam evitar que os corpos ficassem na cruz durante o sábado, porque aquele sábado era dia de festa solene. Então pediram a Pilatos que mandasse quebrar as pernas aos crucificados e os tirasse da cruz.
32Os soldados foram e quebraram as pernas de um e depois do outro que foram crucificados com Jesus. 33Ao se aproximarem de Jesus, e vendo que já estava morto, não lhe quebraram as pernas; 34mas um soldado abriu-lhe o lado com uma lança, e logo saiu sangue e água.
35Aquele que viu, dá testemunho e seu testemunho é verdadeiro; e ele sabe que fala a verdade, para que vós também acrediteis. 36Isso aconteceu para que se cumprisse a Escritura, que diz: “Não quebrarão nenhum de seus ossos”. 37E outra Escritura ainda diz: Olharão para aquele que transpassaram”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

quinta-feira, 18 de junho de 2009

REGIS DANESE - FAZ UM MILAGRE EM MIM (COMO ZAQUEU)

PASTORAL DA PESSOA IDOSA CELEBRA HOJE


Convidamos toda comunidade cristã e agentes pastorais, para participar de uma Celebração, que acontece hoje na residência do nosso irmão Cortez, coordenador da Pastoral, às 19:00 horas, na Rua Luiz Jacinto de Oliveira, Nº 314. Bairro Lagoa Seca. Responsável setor Lagoa Seca. Sua presença é muito importante.

Hoje é o aniversário de Cortezinho (filho de Cortez) e Maria Clara (filha de Moésio).

Será um grande momento de Louvor e de Adoração ao nosso Deus. Celebrante: Pastoral da Pessoa Idosa Apodi – RN. Sintam-se todos convidados a participarem!

Pastoral da Pessoa Idosa:
Uma nova esperança caminhando com você!

JESUS ESPERA POR VOCÊ!!!

ORAÇÃO PELA SANTIFICAÇÃO DO CLERO


O Ano Sacerdotal, anunciado por nosso amado Papa Bento XVI, para celebrar o 150º aniversário da morte de S. João Maria Vianney, o Santo Cura D’Ars, está às portas. O Santo Padre o abrirá a 19 de junho de 2009, festa do Sagrado Coração de Jesus e Dia Mundial de oração pela santificação dos sacerdotes.

O anúncio deste ano especial teve uma repercussão mundial positiva, especialmente entre os próprios sacerdotes. Todos queremos empenhar-nos com determinação, profundidade e fervor, a fim de que seja um ano amplamente celebrado em todo o mundo, nas dioceses, nas paróquias, em cada comunidade local, com envolvimento caloroso do nosso povo católico, que sem dúvida ama seus padres e os quer ver felizes, santos e alegres no trabalho apostólico quotidiano.

Em união com toda a Igreja, queremos propor-lhe de empenhar-se conosco nesta grande obra por excelência contemplativa e missionária, de modo a sermos uma muralha de oração, para pedir a Deus as graças de termos sempre mais santos e dedicados “Pastores de Almas”.

Deseja empenhar-se conosco para ajudar a sustentar esta grande obra em favor da Igreja e do mundo? Pois bem, nós da Fraternidade Monástica dos Discípulos de Jesus para a Glória de Deus Pai, te propomos, de dedicar nesta intenção, meia hora por semana, diante do Santíssimo Sacramento, ou até mesmo diante de um crucifixo ou imagem Sacra, rezando o Santo Terço pela conversão e santificação do clero, recitando também esta oração:

“Senhor Jesus, eterno sacerdote, que no mistério do teu amor, escolhestes e tirastes de nosso meio homens comuns, e os ordenastes afim de serem instrumentos teus, a fim de serem a tua presença no meio de nós, para pregarem a tua palavra, e para agirem em teu nome. Por este tão grande dom dado a tua Igreja, nós Te Adoramos e Glorificamos o Teu Nome, e Te Agradecemos.

Pedimos-te Senhor, plenifique os nossos padres com o fogo do teu amor, para que o mistério sacerdotal que eles receberam com a imposição das mãos, se revele cada vez mais na tua presença viva e eficaz no meio de nós.


Pedimos-te Senhor, que o teu poder, encha estes homens com a tua força, para que possam com alegria, trazerem este grande tesouro divino do sacerdócio, em seus corpos frágeis, enchei Senhor estes vasos de barro, e os modele, para que o teu poder se torne visível em suas fraquezas.

Pedimos-te Senhor, por todos os sacerdotes, para que em suas aflições, não caiam no desânimo, para que na dúvida, não se desesperem, para que na tentação não sejam vencidos e destruídos, para que diante da imoralidade do mundo, possam-na vencer com a pureza, com a oração, e sobre tudo te pedimos Senhor, inspira-os na contemplação, para que possam viver cada dia, o mistério da tua paixão, morte e ressurreição.

Pedimos-te Senhor, sustenta os padres com o teu Espírito Santo, no tempo da fraqueza, ajuda-os a louvar-te Deus vivo e verdadeiro, e a rogar por todos aqueles que também sofrem a tentação, e estão longe do Teu amor. Com o mesmo Espírito Santo, purifica os seus lábios, põem neles a tua palavra, a tua sabedoria, e infunde o teu amor em seus corações, para que levem a boa nova aos angustiados, para que levem a esperança aos deprimidos, para que levem a cura espiritual ,a todos aqueles que possuem seus corações despedaçados, a causa do pecado e do sofrimento.

Por fim pedimos-te Pai, ajuda-os a serem como Maria, portadores de Jesus. Ajuda-os também a serem como o discípulo amado, que repousou a cabeça no coração do teu Filho Jesus. Ajuda-os a serem Santo como tu é Santo!

Concede Senhor a eles a graça e a vivência da Santidade, o dom da oração contínua do coração, e os plasme cada vez mais em Ti, para serem semelhantes a Ti, o nosso Bom Pastor. Amém!”

FONTE: http://rainhadapaz.blog.terra.com.br/2009/06/16/ano-sacerdotal/

"Que o Senhor vos abençoe: "Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo" Amém!

Unidos em oração com Maria

Pe. Mateus Maria, FMDJ
Mosteiro Menino Jesus

ANO SACERDOTAL‏

Em Nossa Igreja, vemos a triste realidade de pessoas que falam mal do padre e nunca rezam por eles. Amanhã, começamos o Ano Sacerdotal. Convido a todos a acolherem o convite do padre Theodoro Snijders e dedicarem meia hora de adoração ou oração do terço por semana para esses homens que doaram e doam sua vida a serviço do Evangelho!

Um grande abraço!
Janio Duarte

FESTA DE SÃO JOÃO BATISTA 2009


TEMA: JOÃO BATISTA: CATEQUESE/MISSÃO DE EVANGELIZAR
LEMA: ANO CATEQUÉTICO: Toda Igreja na Missão de Anunciar a Palavra de Deus


PROGRAMAÇÃO RELIGIOSA

18/06 – quinta-feira
19:00hs – Novena e Missa
Animadores: JAV – IPE
Pregador: Pe. Tarcísio (Gov. Dix-Sept Rosado)
“No Deserto e Exortação à Conversão” (Lucas 3:1-18)

PROGRAMAÇÃO CULTURAL

18/06 – quinta-feira
20:30hs – Arena Show – Apresentações juninas – Show de talentos apodienses – Quadrilhas/Shows (programas sociais de Apodi)

PROGRAMAÇÃO RELIGIOSA

19/06 – sexta-feira
19:00hs – Novena e Missa
Animadores: E.C.C (1ª Sexta Feira
Pregador: Pe. Erivon (Itaú)
“Prisão de Batista e Batismo de Jesus” (Lucas 3:19-22)

PROGRAMAÇÃO CULTURAL

19/06 – sexta-feira
20:30hs – Apresentação na Arena Show – Concurso de Quadrilhas Estilizadas (várias cidades)

Evangelho (Mateus 6,7-15)

Quinta-Feira, 18 de Junho de 2009
11a Semana Comum


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 7"Quando orardes, não useis muitas palavras, como fazem os pagãos. Eles pensam que serão ouvidos por força das muitas palavras. 8Não sejais como eles, pois vosso Pai sabe do que precisais, muito antes que vós o peçais. 9Vós deveis rezar assim: Pai nosso que estás nos céus, santificado seja o teu nome; 10venha o teu Reino; seja feita a tua vontade, assim na terra como nos céus. 11O pão nosso de cada dia dá-nos hoje. 12Perdoa as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido. 13E não nos deixes cair em tentação, mas livra-nos do mal.
14De fato, se vós perdoardes aos homens as faltas que eles cometeram, vosso Pai que está nos céus também vos perdoará. 15Mas, se vós não perdoardes aos homens, vosso Pai também não perdoará as faltas que vós cometestes".

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

quarta-feira, 17 de junho de 2009

REVELAÇÕES PARTICULARES – ORIENTAÇÕES


Visto que muitos de nossos diocesanos e diocesanas insistentemente nos pedem uma palavra de esclarecimento a respeito de aparições, possíveis revelações particulares e alocuções interiores, as presentes ORIENTAÇÕES PASTORAIS, assim o esperamos, deverão servir de base para o posicionamento de nossos queridos diocesanos sobre esses assuntos.

‘Muitas vezes e de modos diversos falou Deus, outrora, aos Pais pelos profetas; agora, nestes dias que são os últimos, falou-nos por meio do Filho, a quem constituiu herdeiro de todas as coisas, e pelo qual fez os séculos’ (Hb 1,1-2).

‘Deus é amor’ (1 Jo 4,8), e quer livremente partilhar com os homens Sua vida e felicidade. Por isso, Deus se revela. Revelar quer dizer levantar o véu. Desde a origem do mundo, Deus se dá a conhecer, por meio das coisas criadas que, em sua beleza e harmonia, são um testemunho perene da bondade do Criador (cf. Rm 1,19-20).

(...)

É neste sentido que devemos entender o desenvolvimento do dogma na Igreja: não se trata de novas revelações, mas de um aprofundamento, um desabrochar de verdades já contidas no depósito da fé.

‘No decurso dos séculos houve revelações denominadas ‘privadas’, e algumas delas têm sido reconhecidas pela autoridade da Igreja. Elas não pertencem, contudo, ao depósito da fé. A função delas não é ‘melhorar’ ou ‘completar’ a Revelação definitiva de Cristo, mas ajudar a viver dela com mais plenitude em uma determinada época da história.

Guiado pelo Magistério da Igreja, o senso dos fiéis sabe discernir e acolher o que nessas revelações constitui um apelo autêntico de Cristo ou dos seus santos à Igreja’ (CIC 67). É o caso, por exemplo, das aparições da Mãe de Deus em Fátima ou Lourdes. Note-se que o nome ‘revelação privada’ não quer significar que tais ‘revelações’ não sejam conhecidas pelo grande público, ou que digam respeito apenas aos videntes ou a um círculo limitado de pessoas. Pode se tratar de um fenômeno de repercussão nacional ou mesmo mundial. No entanto, tais possíveis ‘revelações’ são ditas, ainda assim, ‘privadas’ ou ‘particulares’ porque não fazem parte do depósito da fé católica.

Em outras palavras, nenhum católico está obrigado a aceitá-las, mesmo quando já consagradas pela devoção do grande público, ao contrário do que acontece com a revelação especial, tal como nos é apresentada nas Sagradas Escrituras e transmitida pelo magistério da Igreja. Neste caso, todo católico tem a obrigação de acatar tudo o que a Igreja propõe como verdade de fé e de moral.

‘A fé cristã não pode aceitar ‘revelações’ que pretendam ultrapassar ou corrigir a Revelação da qual Cristo é a perfeição. Este é o caso de certas Religiões não-cristãs e também de certas seitas recentes que se fundamentam em tais ‘revelações’’ (CIC 67), como é o caso, por exemplo dos Mormons ou do Espiritismo.

Ultimamente, tem-se multiplicado o fenômeno de aparições atribuídas a Nossa Senhora, tanto no Brasil como no estrangeiro. A respeito de tais fenômenos, existem opiniões favoráveis e opiniões contrárias. O que a Igreja tem a dizer?

A Igreja é cautelosa; antes de se pronunciar a respeito de alguma aparição, manda examinar o caso criteriosamente, pois sabe que muitas vezes os fiéis, com toda boa fé, podem imaginar estar vendo e ouvindo o que não passa de projeções de sua fantasia.

Não existe legislação canônica sobre a avaliação do fenômeno das aparições e manifestações miraculosas. O Direito Canônico cala sobre o assunto. O que existe é uma práxis observada pelos bispos e pela Sé Apostólica. Os critérios básicos são os seguintes1:

A) Critérios a respeito dos videntes:

- Deve ser verificado o estado de saúde física e mental dos videntes por parte de médicos competentes e psicólogos ou psiquiatras a fim de que não se confunda alucinação com visão.

- É importante verificar se há falta de sinceridade e de humildade da parte dos videntes, se há interesse em tirar proveito próprio ou em se colocar no centro das atenções.

- Verificar os contra-testemunhos que os videntes apresentam na vida cotidiana, a falta de respeito e de obediência aos pastores, a exploração das emoções com objetivos comerciais, políticos ou outros interesses.

- O objetivo de qualquer revelação autêntica é a edificação da Igreja. Por isso, tudo o que a divide, tudo o que leva ao pecado, tudo o que não leva à evangelização não pode vir de Deus.

‘Os videntes deixam de ter credibilidade a partir do momento em que procuram sustentar com apoio celestial, portanto, com autoridade pretensamente superior à da Igreja, uma certa orientação doutrinária, da qual se estivesse convencido; ou então promover mais facilmente certos aspectos da vida cristã, como os sacramentos, valendo-se da tendência das massas para o maravilhoso’2.

B) Critérios a respeito da mensagem transmitida pela aparição

São basicamente três os critérios a serem indicados aqui:

1o) Ortodoxia: o conteúdo da mensagem das aparições não pode estar em contradição com a revelação bíblica, nem com a doutrina da Igreja.

2o) Convergência: O conteúdo da mensagem deve estar em sintonia com as linhas pastorais da Igreja e os pastores podem encontrar nessa mensagem matéria para incentivar a vida pastoral e a conversão e renovação da vida cristã.

3o) Coerência: Deve haver uma coerência entre o que os videntes vêem, ouvem e dizem. O conjunto deve formar uma mensagem coerente.

Além disso, toda autêntica aparição há de ser coerente com as linhas e o espírito do Evangelho. Assim, as muitas minúcias (quanto a datas, local, duração e tipo dos fenômenos preditos) merecem reservas, pois não são habituais na linguagem da Sagrada Escritura. O Senhor Jesus mesmo recusou-se, mais de uma vez, a revelar a data de sua vinda e do fim dos tempos (cf. Mc 13,32; At 1,7).

C) Critérios a respeito das ressonâncias da aparição

1o) Sinais: O fenômeno pode estar acompanhado de milagres, curas, conversões, fenômenos cósmicos extraordinários em favor da veracidade da aparição, os quais, porém, devem ser cuidadosamente examinados pela ciência e pela teologia. E como dizia o Papa João XXIII, em sua radiomensagem de 18/02/1959, comemorativa do centenário de Lourdes, que os dons extraordinários são concedidos aos fiéis ‘não para propor doutrinas novas, mas para guiar nossa conduta’3.

2o) Que Frutos espirituais estão surgindo em decorrência da aparição? Trata-se de conversões, renovação da vida cristã, devoção mais intensa e mais qualificada a Nossa Senhora, amor à Igreja, vocações missionárias, sacerdotais e consagradas?

Caso o resultado dos exames acima sejam positivos, a Igreja não somente permite, mas favorece o culto ao Senhor ou ao santo(a) que se julga ter aparecido. É o caso do culto a N. S. de Fátima ou de Lourdes, havendo inclusive a festa respectiva no calendário da Igreja. Importante: embora a Igreja favoreça o culto a Nossa Senhora em tal ou tal lugar, ela não obriga os fiéis a acolher as respectivas revelações particulares, uma vez que elas não fazem parte do depósito da fé: fica a critério de cada fiel julgar as razões pró e contra a autenticidade de cada ‘aparição’ não condenada pela Igreja e daí assumir ou não sua mensagem para a própria vida.

A respeito de tais fenômenos extraordinários, o Papa Bento XIV (1740-1758) publicou o seguinte: ‘A aprovação (de aparições) não é mais do que a permissão de as publicar, para instrução e utilidade dos fiéis, depois de maduro exame. Pois estas revelações assim aprovadas, ainda que não se lhes dê nem possa dar um assentimento de fé católica, devem contudo ser recebidas com fé humana segundo as normas da prudência, que fazem de tais revelações objeto provável e piedosamente aceitável’4. Esta posição tornou-se clássica na prática da Igreja.

Pode acontecer ainda que a Igreja se abstenha de qualquer pronunciamento a respeito dos fenômenos e do culto prestado em decorrência dos mesmos. É o que acontece na maioria dos casos: não há motivos para condenar os fenômenos relatados; nem a saúde mental dos (as) videntes dá lugar a suspeitas nem as mensagens apresentadas por eles contêm alguma heresia ou erro na fé. A Igreja considera os frutos pastorais que decorrem de tais mensagens: muitos fiéis se beneficiam peregrinando a tal ou tal lugar ou santuário; aí se convertem, recuperam ou adquirem o hábito da prática sacramental, da oração… Por tudo isso, a Igreja deixa que a piedade se desenvolva até haver razões de ordem doutrinária ou moral que exijam algum pronunciamento.

Diante dos fenômenos de aparições e revelações particulares, a Igreja tem a obrigação de ser prudente. Ela é responsável pela preservação da doutrina da fé. Por um lado, ela sabe que o Espírito Santo pode falar por vias extraordinárias, de tal modo que não lhe é lícito extinguir o Espírito (cf. 1 Ts 5,19s); por outro lado, o extraordinário não é a via normal pela qual Deus guia seus filhos. A fé madura não diz Sim a qualquer notícia sobre portentos, prodígios e milagres, mas pergunta sempre: por que deveria eu crer? Qual a autoridade de quem me transmite a notícia? Em que se baseia? Como fala?

Do que foi dito, segue que:

a) aparições e revelações particulares não devem ser presumidas nem admitidas em primeira instância num juízo precipitado. Os fenômenos alegados hão de ser comprovados ou criteriosamente credenciados;

b) diante de um fenômeno tido como extraordinário, procurem-se, antes do mais, as explicações ordinárias ou naturais (físicas, psicológicas, parapsicológicas);

c) é preciso levar em conta a fragilidade humana, sujeita a engano, sugestões, alucinações coletivas, etc. Facilmente quem conta um fato acrescenta-lhe ou subtrai-lhe um traço que pode ter importância; em conseqüência, um acontecimento explicável por vias naturais pode tornar-se, na boca dos narradores, um fenômeno altamente portentoso. Daí o senso crítico, que deve começar por investigar de que realmente se trata, para depois procurar a explicação adequada. Leve-se em conta especialmente a tendência dos meios de comunicação social a provocar artificiosamente as emoções e o sensacionalismo, sem compromisso sério com a verdade.

A Diocese de São José dos Campos, na pessoa de seu Bispo Diocesano, apresenta as seguintes orientações para a prática do povo de Deus:

a) Não se faça, em nome de Pastorais, Movimentos e Espiritualidades, lotações para afluírem aos locais de supostas aparições.

b) Não se divulgue nas Pastorais, Movimentos e Espiritualidades, folhetos, apostilas, fitas cassete ou vídeos com mensagens de cunho milenarista, apocalíptico ou catastrófico.

c) Seja mantida a devida prudência com relação aos escritos de pessoas que teriam a faculdade de locução interior. O devido cuidado deve ser tomado de não colocá-los em forma de leitura espiritual como substituto ou auxiliar da Palavra de Deus.

d) Cada coordenador tenha como referência, para orientações com relação a esta temática, além das presentes orientações, os Subsídios Doutrinais 1 da CNBB, intitulado ‘Aparições e revelações particulares’.

e) Em última instância, prevaleça sempre a palavra do Bispo Diocesano.

Gostaria de terminar essas orientações pastorais, recordando o que nos ensina o Vaticano II sobre o culto da Bem-aventurada Virgem, o qual admoesta todos os filhos e filhas da Igreja ‘a que generosamente promovam o culto, sobretudo o litúrgico, para com a Bem-aventurada Virgem, dêem grande valor às práticas e aos exercícios de piedade recomendados pelo Magistério no curso dos séculos e observem religiosamente o que em tempos passados foi decretado sobre o culto das imagens de Cristo, da Bem-aventurada Virgem e dos Santos’ (LG 67).

‘Ademais, saibam os fiéis que a verdadeira devoção não consiste num estéril e transitório afeto, nem numa certa vã credulidade, mas procede da fé verdadeira pela qual somos levados a reconhecer a excelência da Mãe de Deus, excitados a um amor filial para com nossa Mãe e à imitação das suas virtudes’ (ib.,67);

Enquanto peregrinamos, Maria será a mãe educadora da fé (cf. LG 63). Ela cuida que o Evangelho nos penetre intimamente, plasme nossa vida de cada dia e produza em nós frutos de santidade (cf. Puebla, 290).

Como pastor da Diocese de São José dos Campos, envio a todo o Povo de Deus que aqui peregrina, minha saudação e a bênção em Cristo Ressuscitado.

Decreto: Que esta Carta Pastoral seja afixada em lugar visível para os fiéis e publicada no Jornal Expressão.

São José dos Campos, 25 de março de 1996.

Dom Nelson Westrupp, SCJ
Bispo diocesano